Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Casamento com centenas de pessoas em plena pandemia terá sido legal

Autoridades dizem que no evento participou um número permitido de pessoas, tendo em conta a ocupação total do espaço.

Um casamento com centenas de convidados, do filho de um grande rabino hassídico, em Brooklyn, nos EUA, esta segunda-feira, deixou muitos perplexos. O evento, realizado em plena pandemia, parece, contudo, que foi legal.

Vídeos partilhados no Twitter e que circulam entre a comunidade judaica mostram centenas de pessoas, sem máscaras, na Congregação Shaarei Zion de Bobov, no Borough Park, refere o NY Post.

O evento começou na zona do parque de estacionamento da sinagoga, mas prosseguiu depois no seu interior.

O casamento em causa era de Shlomo Halberstam, de 18 anos, o filho mais novo de Bobov Rabbi Bentzion Halberstam, homem que teve um papel importante na comunidade judaica norte-americana após o Holocausto. Havia convidados de Londres e até de Israel.

O xerife de Nova Iorque, Joe Fucito, admite que o seu departamento estava informado sobre o matrimónio, mas nada havia a fazer.

Segundo o mesmo responsável, os eventos religiosos são permitidos no país desde que ocupem apenas 50% do espaço do local onde decorre o evento. Ora a sinagoga em questão tem capacidade para 1.800 pessoas, pelo que no evento seriam permitidas, pelo menos, 900 pessoas.

Leia Também: Província chinesa restabelece restrições rígidas a contactos sociais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório