Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Capitólio: Homem da camisola de Auschwitz detido. 'Alpinista' entregou-se

Robert Keith Packer e Josiah Colt estão entre os mais de 70 invasores do Capitólio que já foram detidos e formalmente acusados. Entre eles, está um campeão olímpico.

Josiah Colt

O homem apanhado num vídeo da ITV News dentro do Capitólio, no dia 6 de janeiro, a envergar uma camisola com o slogan 'Camp Auschwitz' foi detido na Virginia esta quarta-feira de manhã, noticiou o New York Times, que cita fontes policiais.

O invasor chama-se Robert Keith Packer e foi filmado e fotografado dentro da sede do Congresso, durante o ataque, com uma camisola que faz alusão ao campo de concentração. A mesma camisola inclui a frase 'Work Brings Freedom', a tradução em inglês da famigerada inscrição à entrada de Auschwitz: 'Arbeit macht frei' ('O trabalho liberta').

No campo de concentração de Auschwitz, sublinhe-se, morreram mais de 1,1 milhões de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial.

Notícias ao Minuto Imagem de processamento de Robert Keith Packer divulgada pela polícia© Western Tidewater Regional Jail/Handout via REUTERS

Um outro invasor, aquele que foi fotografado a escalar a câmara do Senado durante o motim, entregou-se às autoridades, segundo noticiou o New York Post. Chama-se Josiah Colt, de 34 anos de idade, e é natural do estado de Idaho, onde se entregou à polícia na terça-feira à tarde.

Colt foi acusado de entrada ilegal em edifício restrito, entrada forçada e conduta desordeira em edifício governamental.

Robert Keith Packer e Josiah Colt são mais dois entre os mais de 70 invasores que já foram identificados, detidos e formalmente acusado pelo ataque ao Capitólio, no dia 6 de janeiro, que culminou com a morte de cinco pessoas, incluindo um agente de autoridade.

O procurador federal de Washington Michael Sherwin indicou, porém, que se espera deduzir acusações contra "centenas" de pessoas. As acusações variam entre roubo em propriedade governamental, entrada ilegal em edifício restrito, conduta desordeira no Capitólio com intenção de impedir funcionamento, invasão de propriedade e motim.

Entre os já acusados, contam-se: um filho de um juiz de Nova Iorque, que foi libertado sob fiança; um campeão olímpico, detentor de cinco medalhas de ouro; Jacob Anthony Chansley, mais conhecido como o xamã Jake Angeli, um homem do Arizona visto em fotos e vídeos com a cara pintada e vestindo um fato que incluía um chapéu de chifre; e Adam Johnson, o apoiante de Donald Trump que se fotografou a transportar o púlpito da líder democrata Nancy Pelosi.

Está em curso uma investigação conduzida pelos Gabinetes do FBI de Washington, de Dallas e de Memphis e pela Polícia do Capitólio dos Estados Unidos.

Leia Também: EUA. "Homem das peles" foi detido e libertado sob fiança. É filho de juiz

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório