Meteorologia

  • 11 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 21º

Edição

AO MINUTO: 28 infetados em lar na Covilhã; Mais 842 mortes no Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: 28 infetados em lar na Covilhã; Mais 842 mortes no Brasil

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 81 vítimas mortais e mais 2.905 infetados pelo novo coronavírus. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado, esta terça-feira, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), já foram contabilizados, desde o início da pandemia, 5.122 óbitos e 327.976 casos confirmados de Covid-19.  

Recorde-se que, esta terça-feira, dia 8 de dezembro, é feriado e o país continua, por isso, sob medidas restritivas, as quais impedem a circulação entre concelhos até às 23h59, exceto para quem vai trabalhar, prestar apoio a membros da família, comprar medicamentos ou cumprir responsabilidades parentais

A Europa identificou mais de 20 milhões de casos do novo coronavírus desde o início de 2020, de acordo com uma contagem feita pela AFP.

Pode consultar ainda os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Boa noite! Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de quarta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h47 - O advogado de Donald Trump, Rudy Giuliani, que está hospitalizado devido à Covid-19 disse,  em declarações à WABC Radio, esta terça-feira, estar a sentir-se melhor e que espera ter alta na quarta-feira.

22h53 - Surto em lar do concelho da Covilhã com 28 pessoas infetadas. Vinte e oito pessoas do Centro Social de Vales do Rio, no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, tiveram resultado positivo à Covid-19, sendo 14 utentes e 14 funcionários, foi hoje divulgado.

22h51 - Brasil volta a somar mais de 800 mortes e 50 mil casos em 24 horas. O país contabilizou, nas últimas 24 horas, 842 mortes devido à Covid-19 e voltou a ultrapassar os 50 mil casos diários de infeção (51.088), informou hoje o Ministério da Saúde brasileiro. 

No total, o país sul-americano concentra 6.674.999 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus e chegou aos 178 mil óbitos (178.159) desde a chegada da pandemia ao Brasil, no final de fevereiro.

21h57Trump assina decreto a priorizar vacinas para EUA antes de exportação. O Presidente dos Estados Unidas da América (EUA) assinou hoje um decreto que dá prioridade à entrega de vacinas no país, antes de serem exportadas, considerando que os EUA podem ficar sem doses após a fase inicial de vacinação. O decreto vai garantir "que o Governo dos Estados Unidos dê prioridade à vacinação de cidadãos americanos, antes de enviar as vacinas para outros países", acrescentou Donald Trump, enquanto a Pfizer/BioNTech, responsáveis pela vacina contra a covid-19 que pode vir a ser autorizada dentro de dias, contava distribuir apenas 100 milhões de doses no país.

21h50 Madeira regista 13 novos casos. A Madeira regista hoje 13 novos casos de covid-19 - quatro importados e nove de transmissão local - elevando para 934 as notificações confirmadas, 14 recuperações e 259 situações ativas, revela a Direção Regional da Saúde.

21h47 Bastonário da Ordem dos Médicos diz que ministra demitiu-se de liderar. O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirmou hoje, em Coimbra, que a ministra da Saúde demitiu-se de liderar, acusando-a de falta de transparência e de bom senso. "A ministra demitiu-se de liderar a saúde em Portugal", acusou Miguel Guimarães, que falava durante a cerimónia do Juramento de Hipócrates que foi feita 'online' e que juntou entre 300 e 400 médicos formados na Universidade de Coimbra e Universidade da Beira Interior.

21h40Ministro do Brasil prevê 60 dias para que qualquer vacina seja aprovada. O ministro da Saúde brasileiro, Eduardo Pazuello, afirmou hoje, numa reunião com governadores, que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa, órgão regulador do país) deverá demorar 60 dias para aprovar qualquer vacina contra a covid-19.

19h53 -  EUA ultrapassam 15 milhões de casos confirmados. Os Estados Unidos da América superaram hoje os 15 milhões de casos confirmados do novo coronavírus e registam mais de 284 mil mortes pela doença de Covid-19, segundo a última contagem da Universidade Johns Hopkins.

19h35 - Angola reporta 81 novos casos, uma morte e mais de cem recuperados. O país registou 81 novos casos de Covid-19 e mais uma morte, enquanto 117 pessoas recuperaram da doença, informou hoje a diretora nacional de Saúde Pública, Helga Freitas.

18h53 Restauração e atividades artísticas de Lisboa podem solicitar apoios na 4.ª-feira. As empresas da restauração, comércio, retalho e atividades artísticas podem solicitar, a partir de quarta-feira, apoio a fundo perdido, no âmbito do programa Lisboa Protege, para mitigar o impacto da Covid-19 no setor.

18h52 Johnson & Johnson espera resultados dos testes à vacina em janeiro. A farmacêutica americana Johnson & Johnson prevê que os resultados dos testes à sua vacina contra a Covid-19 sejam conhecidos no final de janeiro, afirmou hoje o diretor científico do grupo, Paul Stoffler. "Apontamos para o mês de janeiro para os resultados na sua eficácia e segurança", afirmou o responsável, durante uma reunião virtual em Genebra, na Suíça, acrescentando que está "expectante que seja possível anunciar os resultados no final de janeiro".

18h51 Cascais ajuda idosos a passar o Natal em família. A Câmara de Cascais anunciou hoje que vai ajudar idosos residentes em lares a passarem o Natal em família, financiando testes e pagando hotéis para cumprirem uma quarentena e prevenir eventuais surtos de Covid-19 no regresso às instituições.

18h27 - Sobe para cinco número de mortos na Santa Casa da Misericórdia de Chaves.  A Santa Casa da Misericórdia de Chaves, que tem mais de 150 casos de infeção por SARS-CoV-2 entre funcionários e utentes, regista mais uma morte de um utente, num total de cinco, adiantou hoje à Lusa o provedor.

18h16 - EUA vão alcançar imunidade de grupo vários meses antes da Europa. Peritos da indústria farmacêutica alertaram hoje que a imunidade de grupo através das vacinas contra a Covid-19 será alcançada em diferentes velocidades no mundo, antevendo que os Estados Unidos serão os primeiros a atingi-la no segundo trimestre de 2021.

De acordo com as projeções dos mesmos peritos, e em comparação com os norte-americanos, a Europa terá de esperar mais alguns meses e a região da América Latina quase um ano.

Estes cálculos, apresentados hoje pela empresa de análise Airfinity numa conferência de imprensa da Federação Internacional das Associações da Indústria Farmacêutica (IFPMA), apontam que o Ocidente poderá alcançar a imunidade de grupo ao longo do próximo ano, enquanto outras regiões do mundo poderão só atingir esta meta em 2023.

17h17 -  Reino Unido regista mais 616 mortes e ultrapassa os 62 mil óbitos. Desde o início da pandemia morreram 62.033 pessoas. No último dia foram também registados 12.282 novos casos de infeção, elevando o total acumulado para 1.750.241.

16h55 - Suécia prolonga limite de oito pessoas em eventos públicos até janeiro.  O Governo sueco anunciou hoje que o limite de oito pessoas fixado para os eventos públicos vai prolongar-se até janeiro e que esta deve ser a norma também nas festas de Natal privadas.

16h44 - Análise de resultados da vacina AstraZeneca confirma eficácia até 90%. Uma análise conjunta dos resultados preliminares da vacina da Universidade de Oxford e farmacêutica AstraZeneca confirmou uma eficácia média de 70,4%, mas que pode ir até 90% se as doses forem variadas, de acordo com um artigo publicado na revista especializada Lancet. 

O estudo é o primeiro a ser publicado após a análise por outros cientistas ['peer reviewed'] aos resultados preliminares da fase 3 de uma vacina contra o SARS-CoV-2, a partir de testes clínicos feitos com 11.636 voluntários no Reino Unido e no Brasil.

16h43 - Itália regista 14.842 novos casos de Covid-19 e mais 634 óbitos. O país registou 14.842 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado de contágios para 1.757.394. Desde o início da pandemia, morreram 61.240 pessoas, um aumento de 634 no último dia.

15h38 - Moçambique regista mais 47 casos e total sobe para 16.373. Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais 47 casos positivos do novo coronavírus, subindo o total para 16.373, mantendo-se com 136 mortos, anunciou o Ministério da Saúde.

15h32 - Europa ultrapassa 20 milhões de casos. A Europa identificou mais de 20 milhões de casos do novo coronavírus desde o início de 2020, de acordo com uma contagem feita pela AFP a partir de relatórios fornecidos hoje pelas autoridades de saúde.

14h54 - As visitas ao Lar Prats da Santa Casa da Misericórdia de Sines (Setúbal), suspensas devido a um surto de Covid-19, que matou seis idosos, são retomadas na quarta-feira, revelaram hoje as autoridades.

14h15 - Portugal registou, nas últimas 24 horas, 81 vítimas mortais e mais 2.905 infetados pelo novo coronavírus. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado, esta terça-feira, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), já foram contabilizados, desde o início da pandemia, 5.122 óbitos e 327.976 casos confirmados de Covid-19.  

14h07 - O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, disse hoje que o país vai apresentar brevemente o seu plano de vacinação contra a Covid-19, que vai definir o tipo de vacinas, a calendarização e cronograma e os grupos prioritários.

13h42 - O príncipe Christian da Dinamarca, filho mais velho do príncipe herdeiro Frederik e da princesa Mary, testou positivo para a Covid-19. Houve um surto na escola do jovem, de 15 anos, em Hellerup, como indica um comunicado da família real, citado pela revista Hello. 

13h11 - A diretora regional do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), Ahunna Eziakonwa, disse hoje que a taxa de pobreza no continente africano pode regressar aos níveis de 2011 devido aos efeitos da pandemia de Covid-19.

12h49 - O Leixões informou hoje que foram detetados "12 casos positivos nos testes de diagnóstico Covid-19 realizados à estrutura do futebol profissional" e que quer adiar os próximos jogos, um da Taça e outro do campeonato.

12h28 - A confiança dos investidores voltou a aumentar na Alemanha em dezembro depois da publicação de notícias positivas sobre as vacinas contra a covid-19 e de ter colapsado em outubro e novembro.

12h19 - A pandemia de Covid-19 já provocou, pelo menos, 67.540.770 casos de infeção e 1.545.320 mortes, segundo um balanço da Agência France Press (AFP).

12h11 - O ator brasileiro Eduardo Galvão morreu esta segunda-feira, 7 de dezembro, vítima da Covid-19. 

11h23 - África registou 248 mortes devido à covid-19 e mais 10.220 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, contabilizando agora 54.101 óbitos causados pelo novo coronavírus, segundo dados oficiais.

11h08 - A Alemanha apelou hoje à Hungria e à Polónia para levantarem o veto aos orçamentos plurianuais da União Europeia (UE) e assim desbloquearem a ajuda do fundo de recuperação pós-pandémica.

10h53 - Mário Durval, 71 anos, e Madalena Mourão, 68 anos, são dois dos médicos aposentados que nunca quiseram abandonar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), especialmente durante a pandemia de Covid-19. Conheça a história destes profissionais de saúde aqui

10h50 - Francisco Mota, presidente da Juventude Popular, testou positivo ao novo coronavírus e está, neste momento, em isolamento profilático, tal como recomendam as autoridades de saúde pública.Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, o líder da Juventude Popular revela que "apesar de sentir sintomas ligeiros",  sente-se bem, "dentro dos possíveis".

10h48 - Israel registou na segunda-feira 1.837 novos casos de coronavírus, o número mais alto desde o início de outubro, em vésperas de ser instituído um recolher obrigatório, durante três semanas, que começa na quarta-feira à noite.

10h43 - A Ordem dos Médicos (OM) alertou hoje que para a SARS-CoV-2 não existe Natal nem Ano Novo e que todas as reuniões são oportunidades de transmissão e infeção, por vezes com consequências irreparáveis.

10h34 - A Rússia ultrapassou a barreira dos 2,5 milhões de infetados com o novo coronavírus desde o início da pandemia, registando hoje 26.097 novos casos, quase 2.000 menos do que na segunda-feira, informaram as autoridades de saúde.

10h16 - A primeira pessoa a tomar a vacina contra a Covid-19, Margaret Keenan, foi aplaudida à saída da unidade hospitalar. Os profissionais de saúde quiseram desta forma não só assinalar o momento histórico, como agradecer à idosa, de 90 anos, por se ter voluntariado a ser das primeiras a tomar a vacina.

Notícias ao Minuto© Reuters

09h45 - A Alemanha registou 14.054 novos casos de contágio de covid-19 nas últimas 24 horas, mais 1.722 do que na segunda-feira, enquanto o número de vítimas mortais se situou em 423, segundo dados do Instituto Roberto Koch.

09h27 - Um médico judeu, que luta na linha da frente contra a Covid-19, num hospital da Califórnia, nos EUA, salvou um infetado com tatuagens nazis, no final do mês de novembro. E, pela primeira vez na sua carreira hesitou em ajudar um paciente. Conheça a história de Taylor Nichols aqui

09h15 - O presidente da Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) considerou hoje que o "jornalismo, a boa informação e a responsabilidade social dos jornalistas" destacaram-se num ano de desafios colocados pela Covid-19.

08h21 - Conselho DGS. Nunca é demais recordar estas cinco regras simples e essenciais para evitar a propagação da Covid-19.

08h00 - Uma idosa de 90 anos foi a primeira pessoa no mundo a receber a vacina contra a Covid-19 da Pfizer. A administração da mesma aconteceu na manhã desta terça-feira, no Reino Unido, dia em que arranca a campanha de vacinação no país. 

07h51 - Os Estados Unidos registaram 1.390 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 183.775 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

07h49 - O México registou 357 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 6.399 infetados nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 110.074 e o de casos para 1.182.249, informaram as autoridades mexicanas.

07h47 - A pandemia de Covid-19 está a empurrar para o abismo as empresas de diversão noturna, como é o caso da discoteca Alexander's, em Santiago do Cacém (Setúbal), que há nove meses resiste para voltar a abrir as portas. Leia a reportagem da Lusa sobre a luta deste espaço aqui

07h41 - As autoridades chinesas ordenaram hoje a execução de testes em massa na cidade de Chengdu, no sudoeste da China, na sequência da deteção de dois novos casos de Covid-19 na localidade.

07h35 - As escolhas do presidente eleito Joe Biden (EUA) para a sua equipa de saúde apontam para um papel federal mais forte na estratégia anti-covid-19, virada sobretudo para a ciência e distribuição equitativa de vacinas e tratamentos.

07h24 - Os Médicos Sem Fronteiras (MSF) instaram hoje as farmacêuticas Pfizer/BioNTech e Moderna a partilharem urgentemente com outras empresas produtoras de medicamentos a propriedade intelectual e a tecnologia necessárias à produção da vacina contra a Covid-19.

07h13 - A Colômbia contabilizou na segunda-feira mais 5.997 contágios, número que eleva para 1.377.100 o número de pessoas infetadas com o SARS-CoV-2 desde o início da pandemia, anunciou o Ministério da Saúde.

07h11 - O Reino Unido inicia hoje a vacinação da população contra a doença Covid-19. Segundo o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, trata-se de um "momento histórico", tendo-se referido à data como o "Dia V" [uma referência ao Dia da Vitória da II Guerra Mundial].

07h06 - A Índia registou 385 mortos por covid-19 e 26.567 casos da doença nas últimas 24 horas, de acordo com os dados do Ministério da Saúde indiano.

07h00 - Bom dia! Damos início a um novo registo com todas as informações sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo. Poderá recordar os acontecimentos de ontem aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório