Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Argélia: Reforma constitucional foi aprovada, mas com abstenção recorde

A reforma da Constituição da Argélia foi aprovada com 66,8% dos votos expressos no referendo de domingo, marcado por uma abstenção recorde, anunciou hoje o presidente da Autoridade Nacional Independente das Eleições (ANIE), Mohamed Charfi.

Argélia: Reforma constitucional foi aprovada, mas com abstenção recorde
Notícias ao Minuto

12:55 - 02/11/20 por Lusa

Mundo Argélia

O não recolheu 33,2% dos votos e a taxa de participação foi de 23,7%, o menor nível de todos os tempos para uma eleição importante.

Menos de um quinto dos eleitores votou a favor da reforma constitucional.

Charfi saudou "uma etapa essencial para a construção de uma nova Argélia", notando que "as condições em que se realizou este referendo foram um desafio para qualquer atividade política", numa alusão às restrições ligadas à pandemia da covid-19.

"O facto de o povo se ter podido expressar com total independência foi outro desafio na construção da nova Argélia que começou com o 'abençoado Hirak' de 22 de fevereiro (2019)", disse ainda.

Esta revisão da Constituição visa estabelecer uma "nova República" e responder às aspirações do movimento de contestação popular inédito, 'Hirak', que exige um "desmantelamento do sistema" político existente.

Os partidários do 'Hirak' tinham apelado ao boicote do referendo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório