Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 17º

Edição

Itália reporta 16 mil casos, novo recorde pelo 2.º dia e com menos testes

Itália notifica esta quinta-feira mais 16.079 novos casos associadas ao novo coronavírus, um novo máximo de novos contágios pelo segundo dia consecutivo, depois de na véspera terem sido reportados 15.199.

Itália reporta 16 mil casos, novo recorde pelo 2.º dia e com menos testes

As autoridades de Saúde italianas notificam esta quinta-feira mais uma subida no registo diário de novos casos de contágio por novo coronavírus, com 16.079 novas infeções nas últimas 24 horas, um novo recorde diário de infeções, depois de na quarta-feira terem sido reportados 15.199 casos. Estes números nunca tinham sido alcançados no país desde o início da crise da doença Covid-19, em 21 de fevereiro.

O crescimento do número de contágios tem sido associado ao maior número de testes realizados diariamente, porém, nas últimas 24 horas, foram realizados 170.392 testes de diagnóstico, menos 7.456 do que ontem (177.848).

O número de casos de infeção por via do vírus SARS-CoV-2 subiu para os 465.726 desde o início da crise sanitária no país.

Foram ainda notificados mais 136 óbitos referentes às últimas 24 horas (ontem foram reportadas 127), de acordo com a Proteção Civil italiana, elevando o número total de mortes para 36.968.

O número de casos ativos é agora de 169.302, mais 13.860 em relação ao dia anterior. É comunicado, ainda, que existem 9.649 pacientes hospitalizados (mais 637 desde ontem), dos quais 992 estão nos cuidados intensivos (mais 66 em relação à véspera).

As pessoas dadas como curadas e recuperadas são, neste momento, 259.456, com um aumento de 2.082 em relação à véspera. 

As regiões com mais novos casos são a Lombardia (no norte de Itália), epicentro da crise desde o início da crise, que reportou mais 4.125 casos (região com mais novos casos positivos pelo 10.º dia consecutivo), Piemonte, com mais 1.550, e Campânia (no sul), com 1.541. Tanto Lombardia como Campânia vão aplicar um recolher obrigatório noturno a partir de hoje e sexta-feira, respetivamente.

O consultor do Ministério da Saúde italiano, Walter Ricciardi, admitiu ontem, que a pandemia já está "fora de controlo" em algumas zonas metropolitanas do país, como é o caso de Milão (norte), Nápoles (sul) e da capital Roma, e como tal, frisou o especialista, vão ser necessárias medidas mais contundentes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório