Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

EUA: Sex Shop oferece brinquedos a mulheres que se comprometam a votar

Iniciativa visa inspirar o dever cívico e a 'igualdade de género no quarto', explicou o proprietário da loja em Montana, nos EUA.

EUA: Sex Shop oferece brinquedos a mulheres que se comprometam a votar

Com as eleições presidenciais norte-americanas à porta, o apelo ao voto tem sido constante. Contudo, há apelos mais inovadores do que outros. O proprietário de uma sex shop em Montana criou uma promoção para encorajar as mulheres a votar.

Num esforço para motivar ao cumprimento de um dever cívico, assim como a 'igualdade de género no quarto', o proprietário comprometeu-se a oferecer 2.200 vibradores a mulheres que se comprometam a votar.

Em declarações ao The Independent, Billy McWilliams, que detém a loja Erotique, explicou que planeia enviar os vibradores (vermelhos, brancos ou azuis)  a mulheres de todo o país.

A iniciativa, acrescentou, não visa favorecer nenhum dos candidatos - Donald Trump, pelos Republicanos, ou Joe Biden, pelos Democratas.

"Não é um orgasmo republicano ou democrata, é um orgasmo americano", disse. Os vibradores que está a enviar, partem com os autocolantes "Eu vim e votei". 

Até ao momento, McWilliams enviou cerca de 400 produtos, que apelida de "o grande orgasmo americano". 

"Nestes momentos de stress, todas as pessoas precisam de um grande ou pequeno orgasmo. É o nosso alívio da Covid", referiu, acrescentando que também considera que esta é "uma eleição importante" e quantas mais pessoas votarem, melhor será para a democracia.

O primeiro de três debates presidenciais norte-americanos aconteceu esta terça-feira e ficou marcado como um dos piores debates de sempre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório