Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Emitidos mandados de prisão contra 82 pessoas por vínculos com curdos

As autoridades turcas emitiram hoje mandados de prisão contra 82 pessoas ativas nos círculos pró-curdos, incluindo um autarca, acusado de estar envolvido em protestos de há seis anos, anunciou o gabinete da procuradoria de Ancara.

Emitidos mandados de prisão contra 82 pessoas por vínculos com curdos
Notícias ao Minuto

09:13 - 25/09/20 por Lusa

Mundo Turquia

Os mandados de prisão foram emitidos como parte de uma investigação sobre as manifestações violentas que eclodiram em outubro de 2014 para protestar contra o cerco de Kobane, uma cidade predominantemente curda na Síria, por 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI).

As prisões têm como alvo 82 pessoas que vivem na capital turca e em seis outras cidades.

O autarca de Kars (leste), Ayhan Bilgen, também foi detido, assim como vários ex-deputados e líderes do Partido Democrático dos Povos (HDP, pró-curdo), segundo a agência estatal Anadolu.

Bilgen foi eleito autarca de Kars em 2019 sob a bandeira do HDP, que hoje representa o segundo maior partido da oposição no parlamento.

O HDP tem sido alvo de repressão implacável há vários anos, de acordo com a agência de notícias AFP.

Selahattin Demirtas, a sua figura principal e ex-rival do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, na eleição presidencial, está na prisão desde 2016.

Após as eleições municipais de 2019, as autoridades turcas prenderam ou substituíram várias dezenas de autarcas eleitos sob as cores do HDP no sudeste da Turquia.

De acordo com o HDP, o Governo substituiu autarcas em 47 das 65 cidades que conquistou.

O Governo afirma que o HDP está ligado ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, grupo rebelde curdo), considerado "terrorista" por Ancara e os seus aliados ocidentais.

O HDP rejeita essas acusações e diz que está a ser perseguido devido à sua feroz oposição a Erdogan.

Motins violentos para denunciar o cerco do Estado Islâmico a Kobane deixaram mais de 30 mortos em 2014 no sudeste da Turquia.

As autoridades turcas acusam os líderes do HDP de terem organizado estes motins. O HDP nega e acusa a polícia de ter provocado a violência.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório