Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

'Rapariga destemida' veste gola em homenagem a Ruth Bader Ginsburg

"Em homenagem à original", atestou a empresa responsável pela estátua da 'rapariga destemida'. Ruth Bader Ginsburg, jurista pioneira na defesa dos direitos das mulheres e minorias, morreu na sexta-feira.

Notícias ao Minuto

21:21 - 21/09/20 por Anabela Sousa Dantas 

Mundo Ruth Bader Ginsburg

A estátua da 'Fearless Girl', que enfrentava o Touro de Wall Street, no centro financeiro de Manhattan, enverga desde o fim de semana uma gola de renda num tributo à jurista Ruth Bader Ginsburg, que faleceu na sexta-feira, aos 87 anos de idade. A simbólica homenagem remete para duas das imagens de marca da icónica magistrada: as suas variadas e exuberantes golas, e as características luvas de renda.

A gola foi colocada na estátua pela State Street Global Advisors, a empresa que patrocinou a obra. "Em homenagem à original", titulou a empresa, num anúncio colocado na edição de domingo do New York Times, onde se pode ver uma imagem do tributo.

"Criámos a Fearless Girl para inspirar e promover as mulheres na liderança", disse um responsável da State Street Global Advisors ao USA Today, explicando que a colocação da gola é uma forma de honrar "a vida e o legado extraordinários da jurista Ginsburg".

A 'rapariga destemida', recorde-se, foi colocada em frente ao 'Charging Bull', de Arturo Di Modica, instalado em 1989, em março de 2017. A estátua da autoria de Kristen Visbal foi lá colocada no Dia Internacional da Mulher, de mãos nas ancas e posição desafiadora, como símbolo da desigualdade de género, em oposição a um símbolo de poder masculino. A obra foi entretanto movida para a frente da Bolsa de Nova Iorque.

Ruth Bader Ginsburg, que se tornou conhecida na cultura popular como 'Notorious RBG', era a mais velha jurista no Supremo e foi pioneira na defesa dos direitos da mulher e das minorias. Como juíza do Supremo Tribunal - apenas a segunda mulher a conseguir o cargo - tornou-se numa líder inquestionável da ala progressista da alta instância, conquistando respeito e admiração de forma transversal.

As exuberantes golas, que usava de forma desafiadora por cima das togas negras pouco habituadas ao toque feminino, eram também símbolos de dissidência, sendo adaptadas às suas posições em relação aos casos que presidia. Na galeria acima, pode ver algumas imagens, captadas pela Reuters em 2016, de Ruth Bader Ginsburg a mostrar a sua coleção de colarinhos.

A magistrada morreu na sexta-feira aos 87 anos por causa de "complicações causadas por um cancro do pâncreas". Nos Estados Unidos, milhares de pessoas saíram à rua para fazer vigílias em sua homenagem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório