Meteorologia

  • 16 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Líder birmanesa Aung San Suu Kyi retirada da Comunidade Prémio Sakharov

A líder do Myanmar, Aung San Suu Kyi, foi hoje formalmente excluída da Comunidade Prémio Sakharov por decisão da Conferência de Presidentes do Parlamento Europeu (PE), devido aos crimes contra a comunidade Rohingya.

Líder birmanesa Aung San Suu Kyi retirada da Comunidade Prémio Sakharov

A decisão dos líderes do PE exclui a líder birmanesa da comunidade que abrange os galardoados com o prémio para a liberdade de pensamento, atribuído anualmente e, segundo um comunicado, responde à incapacidade desta para "agir e admitir os crimes cometidos contra a comunidade Rohingya em Myanmar (antiga Birmânia).

O prémio foi atribuído em 1990, quando Aung San Suu Kyi era líder da oposição birmanesa, tendo sido um ano depois galardoada com o Nobel da Paz.

Suu Kyi é líder do Governo de Myanmar desde 2016.

A repressão sobre a minoria muçulmana Rohingya pelo regime militar birmanês começou em agosto de 2017 com assassinatos, violações e incêndios de casas, e causou o êxodo para o Bangladesh nos meses seguintes de mais de 750.000 membros desta minoria perseguida.

O governo birmanês nega cidadania e outros direitos à grande maioria dos 600.000 rohingyas que permanecem em Rakhine, que também são discriminados no acesso à educação e saúde.

Embora já estejam no país há várias gerações, os rohingyas são considerados por muitos birmaneses como imigrantes ilegais do Bangladesh, onde também não são reconhecidos, o que os torna apátridas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório