Meteorologia

  • 07 JULHO 2020
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 35º

Edição

Bancos dos EUA estão a avisar clientes que não vão poder usar a Zelle

Várias instituições bancárias norte-americanas estão a notificar cidadãos venezuelanos e estrangeiros residentes na Venezuela de que a partir de dia 26 vão ficar impedidos de usar a plataforma Zelle, do qual fazem parte vários bancos dos EUA.

Bancos dos EUA estão a avisar clientes que não vão poder usar a Zelle

Propriedade da Early Warning Services, a Zelle é um sistema de transferências que permite aos venezuelanos efetuarem pagamentos entre instituições financeiras norte-americanas e transferir instantaneamente dinheiro entre clientes do Bank of America, BB&T, Capital One, JPMorgan Chase, PNC Bank, US Bank e Wells Fargo.

"Estou a pensar o que fazer, porque há alguns clientes que não têm suficientes bolívares, nem dólares, em 'cash', para pagar as compras e a Zelle era uma alternativa", explicou uma comerciante à agência Lusa.

Gloria Aranguren tem um pequeno espaço no Mercado de Guaicaipuro, em Caracas, onde hoje estava indecisa se eliminava ou não o aviso que colocou em 2019 no qual se lê "aceitam-se pagamentos com Zelle".

"Era uma alternativa para efetuar pagamentos, numa altura em que cada vez mais pessoas pagam em dólares", frisou.

Segundo a imprensa venezuelana, este impedimento afetará vários milhares de pessoas, que usam a Zelle como meio alternativo de pagamento na Venezuela, devido à alta inflação no país, à falta de dinheiro em notas e para evitar comissões pelo uso de cartões internacionais.

Dezenas de lojas com produtos importados que surgiram nos últimos anos no país e são conhecidos localmente como "bodegones" usam o Zelle como meio de pagamento.

Alguns destes espaços comerciais têm preços afixados em dólares, permitindo ainda pagar através do Paypal.

No entanto, o sistema de pagamento virtual Paypal tem seguido com atenção as contas dos residentes na Venezuela, bloqueando alguns e exigido comprovativos de residência a que cumpriam requisitos, como a confirmação das contas bancárias, cartões de crédito, de débito e números telefónicos.

O portal venezuelano Banco e Negócios confirmou hoje que o banco Wells Fargo está a fazer uma auditoria geral das contas dos clientes, que são depois notificados de que deixarão de poder usar o sistema Zelle, recomendando aos venezuelanos que tomem as devidas providências.

A auditoria teria surgido após ser detetado um elevado número de transações através da Zele por parte de venezuelanos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório