Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Espanha com mais 56 mortes no último dia, número total supera os 28 mil

Autoridades de Saúde espanholas dão conta de mais 56 mortes e mais 446 casos de infeção nas últimas 24 horas.

Espanha com mais 56 mortes no último dia, número total supera os 28 mil

Espanha registou mais 56 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, mais uma ligeira subida em relação aos 48 de quinta-feira, mas o sexto dia consecutivo abaixo dos 100 óbitos. O registo diário de ontem, porém, não incluía os dados referentes à Catalunha, por "problemas de validação", e hoje inclui três mortes daquela região.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde espanhol, o país contabiliza agora um total de 28.628 óbitos desde o início da pandemia no país, em março. Ontem era registado um total de 27.940, verificando-se uma diferença de 688 mortes que as autoridades indicaram tratar-se de situações ainda por notificar em dias anteriores.

"A Catalunha notificou mais óbitos de dias anteriores que estavam pendentes de atribuição de data de falecimento", indicou Fernando Simóno diretor do Centro de Alertas e Emergências em Saúde, em conferência de imprensa.

No que diz respeito ao número de casos de contágio, são agora 234.824 os infetados confirmados até hoje pelo teste PCR, tendo sido notificados hoje mais 446 (um pouco acima dos 344 de quinta-feira, ainda que sem contar com os números da Catalunha). A diferença real no número total de ontem (233.037) e hoje (234.824) é de 1.787, sendo este número também relativo a casos por notificar.

Os dados diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, foram hospitalizados 123 doentes, aumentando para 124.642 o total de pessoas que até agora precisaram de ser internadas.

Recorde-se que o plano de alívio das medidas de luta contra o novo coronavírus em Espanha prevê o levantamento gradual do confinamento numa série de fases que deverão terminar em finais de junho, com a chegada a uma "nova normalidade". 

As regiões espanholas mais atingidas pela pandemia - Madrid, Barcelona e Castela e Leão - passam na segunda-feira à "fase um" de final do confinamento com um alívio das medidas rígidas de luta contra a doença. Estas regiões, onde está cerca de 30% da população de Espanha, juntam-se às restantes que, desde há duas semanas, já permitiam, por exemplo, a abertura de esplanadas com uma ocupação até 50% da sua capacidade ou a reunião no exterior ou em casa de até 10 pessoas, desde que sejam respeitadas as regras de distanciamento social.

A maioria da população do país, cerca de 70%, já se encontra na "fase um" desse plano desde segunda-feira passada, mas as regiões mais atingidas mantêm-se numa etapa intermédia chamada "fase 0,5", motivo pela qual se tem assistido a algumas demonstrações na rua contra o governo central.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório