Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Pelo menos 700 milhões de pessoas confinadas na Índia devido a Covid-19

Pelo menos 700 milhões de pessoas estão a ser condicionadas pelas medidas de confinamento na Índia, que se multiplicam no país para combater a epidemia do novo coronavírus, informou hoje a agência de notícias AFP.

Pelo menos 700 milhões de pessoas confinadas na Índia devido a Covid-19
Notícias ao Minuto

15:32 - 23/03/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Temos 19 Estados e territórios da Índia em contenção total. Seis outros Estados e territórios do país estão em contenção parcial e três outras regiões também tomaram medidas", disse Luv Aggarwal, funcionário do Ministério da Saúde indiano, durante a sua atualização diária da situação do país face à pandemia.

A Índia, com 1,3 mil milhões de habitantes, está dividida administrativamente em 28 Estados e oito territórios, sendo estes últimos regiões com prerrogativas reduzidas.

Depois de fechar-se gradualmente do resto do mundo nas últimas semanas, a Índia está a colocar barreiras entre os seus diferentes Estados para impedir que o vírus se espalhe.

Muitas regiões do país fecharam as fronteiras com territórios vizinhos. Uma grande parte do país está em confinamento, incluindo a capital, Nova Deli, e a megalópole de Bombaim.

Quase todos os meios de transporte público estão suspensos, deixando milhões de trabalhadores migrantes desamparados.

Os voos domésticos não poderão mais operar a partir da meia-noite da quarta-feira e a gigantesca rede ferroviária indiana, a espinha dorsal da rede de transportes públicos, também está parada, assim como os autocarros inter-regionais.

Os voos internacionais foram proibidos de aterrar em solo indiano, uma medida que provavelmente será renovada.

"Essas medidas podem ajudar a retardar a transmissão do vírus em paralelo com medidas contínuas efetivas tomadas para isolar, testar, tratar e rastrear", disse o médico Roderico Ofrin, funcionário regional da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Índia identificou 433 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da epidemia, que já causou a morte de sete pessoas, segundo os últimos dados oficiais.

Especialistas acreditam que esse número seja subestimado devido à pequena quantidade de testes realizados no segundo país mais populoso do planeta.

"Muitas pessoas não levam a contenção a sério. Por favor, poupe-se e os seus entes queridos e leve essas diretrizes a sério", apelou hoje o primeiro-ministro, Narendra Modi, na rede social Twitter.

Um sinal evidente do caos causado pela luta contra o novo coronavírus foi dado pela bolsa de Bombaim, que observou hoje um dos piores dias de sua história, fechando com uma baixa de 13,15%.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório