Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Ébola: Congo sem novos casos pelo sétimo dia consecutivo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse hoje que a República Democrática do Congo (RDC) registou o seu sétimo dia consecutivo sem novos casos nem mortes resultantes do surto de febre hemorrágica Ébola.

Ébola: Congo sem novos casos pelo sétimo dia consecutivo
Notícias ao Minuto

12:33 - 26/02/20 por Lusa

Mundo Ébola

"Não foram relatados novos casos confirmados, nem houve qualquer morte confirmada pelo sétimo dia consecutivo", disse a OMS no Twitter, citando dados até dia 24 de fevereiro, segunda-feira.

"A epidemia de Ébola na RDC está agora reduzida a apenas uma zona sanitária, Beni", acrescentaram os peritos, que em julho tinham elevado a décima epidemia de Ébola no país à categoria de emergência sanitária global devido aos riscos de propagação aos países vizinhos Ruanda e Uganda.

"A equipa da OMS e os seus parceiros no terreno permanecem em alerta e continuam a trabalhar arduamente, apesar da insegurança e de muitos outros obstáculos, para chegar a zero casos", acrescenta ainda a OMS, apontando que existem 453 casos suspeitos e sob investigação.

O surto de Ébola na RDCongo foi declarado em 01 de agosto de 2018, atingindo principalmente as províncias de Kivu-Norte e Ituri.

Segundo o mais recente boletim da OMS, com dados de 09 de fevereiro, há registo de 2.253 mortos (2.130 confirmados em laboratório) e 3.431 casos de contágio (3.308 confirmados em laboratório).

Desde o início da vacinação contra o Ébola, em 08 de agosto de 2018, cerca de 300.000 pessoas foram vacinadas, refere o mesmo boletim.

Esta epidemia é a segunda mais mortífera de Ébola de que há registo, sendo apenas ultrapassada pela que atingiu a África Ocidental entre 2014 e 2016 e que matou mais de 11.300 pessoas.

O Ébola transmite-se pelo contacto com fluidos corporais infetados e a rapidez do tratamento é determinante para as possibilidades de sobrevivência, sendo que a sua taxa de mortalidade alcança os 90%, caso não seja tratado a tempo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório