Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2020
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Skopje e Tirana "estão preparadas" para negociações de adesão à UE

O Comissário para a Vizinhança e Alargamento da União Europeia, Olivér Várhelyi, afirmou hoje que a Macedónia do Norte e a Albânia estão preparadas para iniciar negociações de adesão com a UE, apesar do impasse em outubro no Conselho europeu.

Skopje e Tirana "estão preparadas" para negociações de adesão à UE
Notícias ao Minuto

19:04 - 15/01/20 por Lusa

Mundo UE

Após uma reunião, em Skopje, com o primeiro-ministro macedónio em funções, Oliver Spasovski, o advogado e diplomata húngaro disse aguardar boas notícias antes da cimeira de Zagreb sobre os Balcãs, prevista para maio.

Em outubro, o Conselho europeu não cumpriu a promessa de fixar uma data para o início das conversações, devido às pressões de diversos Estados-membros, em particular do Governo de Paris.

"Tenho boas notícias para a integração dos Balcãs ocidentais na UE. O processo continuará e vamos trabalhar arduamente para que ocorra. A Macedónia do Norte e a Albânia estão preparadas para iniciar as negociações", anunciou Várhelyi em conferência de imprensa conjunta com Spasovski.

Por sua vez, Spasovski destacou a paciência do país, que "nos últimos 15 anos tem estado na sala de espera".

A Macedónia do Norte é candidata oficial à adesão à UE desde 2005, mas o início das negociações com Bruxelas foi protelado durante estes anos, em particular devido à disputa com a Grécia sobre o nome da ex-república jugoslava, um impasse ultrapassado em 2019 com o acordo de Prespa.

Após a resolução deste impasse, então negociado entre os ex-primeiros-ministros dos dois países, Alexis Tsipras e Zoran Zaev, e apesar de diversas recomendações a favor, a França foi a principal opositora à abertura de negociações ao defender uma reforma do processo de adesão antes da adesão à UE de novos Estados-membros.

Este impasse implicou a convocação de eleições gerais antecipadas na Macedónia do Norte para abril. Zaev demitiu-se no início deste mês, também penalizado pelas dolorosas reformas aplicadas pelo seu governo social-democrata e que, até ao momento, não registaram importantes contrapartidas de Bruxelas.

Na quinta-feira Olivér Várhelyi desloca-se à Albânia, que também ambiciona iniciar o processo de adesão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório