Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Um tiroteio foi evitado no Texas, em julho, graças a avó de atirador

Poderia ter havido mais um tiroteio no estado do Texas, onde este mês um jovem matou 22 pessoas dentro de um supermercado. Mãe do atirador de El Paso também tinha ligado para a polícia, mas apelo foi menorizado.

Um tiroteio foi evitado no Texas, em julho, graças a avó de atirador
Notícias ao Minuto

08:40 - 11/08/19 por Anabela Sousa Dantas 

Mundo Tiroteios EUA

A semana de entrada em agosto, nos Estados Unidos, foi particularmente trágica. Em apenas sete dias foram registados quatro ataques armados, com um balanço de quase quatro dezenas de mortos. Menos de um mês antes, porém, um outro possível tiroteio foi evitado.

De acordo com a CNN, um jovem de 19 anos de idade, também natural do Texas, onde ocorreu o tiroteio de El Paso, foi detido pela polícia federal norte-americana (FBI) e pela agência federal de controlo de armas, explosivos, tabaco e álcool (ATF).

A detenção foi anunciada na semana passada pelas autoridades de Dallas, no Texas, indicando que William Patrick Williams tinha comprado munições com o intuito de levar a cabo um homicídio em massa. O jovem tinha inclusive alugado um quarto de hotel, onde planeava começar o ataque.

Terá sido a sua avó a impedir o potencial tiroteio, ao pedir ao neto que fosse a um hospital quando tomou conhecimento dos seus planos. De acordo com as autoridades, Williams disse à avó no dia 13 de julho que tinha comprado um AK-47 - arma também usada no ataque em El Paso - e que ia "matar toda a gente" num hotel, esperando ser morto pela polícia no final.

A polícia de Dallas indicou que foi a ação da avó que evitou o ataque, ao conseguir com que o neto procurasse tratamento. "Isto foi uma tragédia evitada", indicou Nealy Cox, procurador norte-americano. "Quero elogiar a avó do acusado, que salvou vidas ao interromper o seu plano, assim como aos agentes de polícia de Lubbock e aos agentes federais que investigaram a aquisição ilegal de uma arma letal", acrescentou.

O jovem foi detido depois ter sido hospitalizado e deu aos investigadores autorização para fazer buscas no quarto de hotel, onde foi encontrada a arma e as munições, assim como várias armas brancas.

Recorde-se que a mãe de Patrick Crusius, o atirador de El Paso, de 21 anos, que matou 22 pessoas e feriu mais de 20, ligou para a polícia semanas antes do tiroteio porque estava preocupada com o facto de o filho ter uma arma. Durante a chamada, o agente da polícia disse à mulher que o filho estava legalmente autorizado a comprar uma arma e nunca foi pedida a sua identificação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório