Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 25º

Edição

Caça à baleia e golfinhos 'inunda' ilhas Faroe num mar de sangue

Sociedade Planeta Azul considera a prática "cruel" e já criou uma petição para acabar com a mesma.

Caça à baleia e golfinhos 'inunda' ilhas Faroe num mar de sangue

As águas do mar das ilhas Faroe voltaram a parecer um mar de sangue devido à caça de golfinhos e baleias. Uma atividade que é já uma tradição na altura do verão.

Esta é uma tradição ancestral, que já tem mais mil anos entre os moradores das Ilhas Faroe, ao norte da Escócia. Contudo, as imagens que correm mundo, deixam sempre um rasto de incredulidade, choque e indignação.

Este ano, foram mortos cerca de 200 baleias e 40 golfinhos. A prática, recorde-se, consiste em encaminhar as baleias para a costa, com recurso a barcos de pescadores, local onde depois são mortas pelos participantes da caçada, na cidade de Torshavn, a capital da Ilha Streymoy nas Ilhas Faroe.

O evento é considerado "brutal" e "cruel" por parte  da Sociedade Planeta Azul.

Por sua vez, o país recorda que a caça à baleia-piloto está sujeita à legislação das Ilhas Faroé, que estabelece o enquadramento para os métodos de captura, abate e equipamento permitido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório