Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 21º

Edição

Parkland homenageia cães de terapia que ajudaram sobreviventes nas aulas

Liceu Marjory Stoneman Douglas decidiu incluir no anuário escolar os 14 cães que ajudaram os alunos no regresso às aulas.

Parkland homenageia cães de terapia que ajudaram sobreviventes nas aulas

O anuário do liceu Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, inclui este ano convidados muito, muito especiais.

Entre alunos e alunas, estarão os focinhos felpudos dos 14 cães de terapia que acompanharam os sobreviventes do tiroteio que causou 17 mortos, em fevereiro de 2018, quando as aulas recomeçaram.

Conforme escreve a CNN, a presença dos cães no liceu proporcionou “consolo e alegria” aos amigos e colegas das vítimas mortais. “Os miúdos adoram ter os cães no recinto e, honestamente, nós também”, indicou uma responsável do anuário, Sarah Lerner.

Lerner indicou à mesma publicação que os ‘amiguinhos de quatro patas’ são como celebridades no campus e que a ideia pareceu natural. “Os alunos adoraram. Acham que é a melhor ideia de sempre”, afirmou Lerner.

A responsável explica, porém, que a presença canina não é uma distração para as crianças. “São cães treinados, de terapia. Nunca estão à solta, estão sempre com trela e são bem-comportados e bem-dispostos. Trazem uma sensação de consolo, calma e relaxamento. É maravilhoso”.

Recorde-se que Nikolas Cruz, um antigo aluno do liceu Marjory Stoneman Douglas, foi o autor da morte 17 mortos, a maioria adolescentes. Com 19 anos, o jovem tinha conseguido autorização para comprar uma arma, apesar de estar sinalizado por comportamento violento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório