Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Homem cuja mulher morreu na lua de mel proibido de sair do Sri Lanka

Noivo terá de ser sujeito a mais análises e exames.

Homem cuja mulher morreu na lua de mel proibido de sair do Sri Lanka

Khilan Chandaria e Usheila Patel sofreram uma intoxicação alimentar no hotel onde estavam a passar a lua de mel. Os dois foram transportados para o hospital, mas Usheila acabou por falecer.

O marido continua internado e não obteve ainda autorização para sair do país, para ser sujeito a mais exames e análises. Contudo, afirma que embora não esteja a ser tratado como um responsável, também não está a ser visto como uma vítima.

O casal subiu ao altar no dia 14 de abril em Brent, Londres. Depois disso rumou numa viagem de duas semanas ao Sri Lanla e às Maldivas.

Durante a estadia no primeiro destino, beberam uma vodka com Sprite e no dia seguinte comerem uma sandes do hotel. Momentos depois, voltaram a comer o mesmo e depois disso a mulher sentiu-se mal.

"Começámos a ter febre e  a vomitar sangue. Pedimos ajuda, pelas 3h da madrugada e funcionários do hotel apareceram logo com cadeiras de rodas", conta o homem, referindo que depois disso foram transportados para o hospital.

A mulher acabou por morrer. Num primeiro relatório afirmava-se que seria por desidratação e pelo vómito. Uma segunda avaliação viria a concluir que na causa da morte estaria uma intoxicação alimentar.

O hotel, contudo, defende que no mês passado recebeu uma distinção pela sua comida. 

Entretanto, o homem continua sem poder sair do país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório