Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 25º

Edição

Condenada a três anos de prisão por masturbar um macaco no Egito

Justiça acusa-a de ser prostituta e de ter tentado promover os seus serviços.

Condenada a três anos de prisão por masturbar um macaco no Egito

Um tribunal egípcio condenou a três anos de prisão uma mulher que masturbou um macaco numa loja de animais em Mansura e que divulgou um vídeo do momento no Youtube.

A mulher, de 25 anos, é acusada de "instar à libertinagem" e de "provocar comportamentos indecentes em público", divulgou o jornal estatal Al Ahram. 

O vídeo em causa, disponível nesta página, foi gravado em outubro e tornou-se viral. Nele, a mulher é vista a estimular os órgãos sexuais do animal, que se encontrava em cima de uma jaula, enquanto se ri para outras pessoas.

A Procuradoria daquele país acusa a mulher de ser prostituta e de ter gravado o vídeo com o intuito de promover os seus serviços. Já a acusada admitiu os seus atos mas alega que não o fez com intenção de cometer um ato obsceno, dado que estes são considerados um crime num pais muçulmano e  conservador como o Egito. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório