Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Reivindicação do Estado islâmico "é totalmente oportunista"

O ministro do Interior francês, Christophe Castaner, afirmou hoje ser "totalmente oportunista" a reivindicação pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) do atentado no mercado de Natal de Estrasburgo, que causou três mortos e 13 feridos.

Reivindicação do Estado islâmico "é totalmente oportunista"
Notícias ao Minuto

12:58 - 14/12/18 por Lusa

Mundo Estrasburgo

"Não é a reivindicação totalmente oportunista do Daesh (acrónimo árabe do Estado Islâmico) que muda seja o que for. Havia aqui um homem que alimentou o mal dentro de si", disse Castaner.

Chérif Chekatt, 29 anos, o suspeito do ataque terrorista de terça-feira no mercado de Natal de Estrasburgo, que fez três mortos e 13 feridos, foi abatido pela polícia francesa num tiroteio na quinta-feira, depois de dois dias em fuga.

A agência de propaganda do EI, a Amaq, anunciou pouco depois que Chekatt era um "soldado" do movimento, tendo realizado a "operação em resposta ao apelo para atingir os cidadãos (dos países) da coligação internacional" que combate o grupo 'jihadista' na Síria e no Iraque.

O procurador de Paris, Rémy Heitz, encarregado da investigação do caso, descreveu hoje o último encontro do suspeito com a patrulha da polícia que o abateu, adiantando que lhe foi apreendido um revólver antigo, uma faca e munições.

Heitz anunciou que foram detidas na noite de quinta-feira para hoje mais duas pessoas próximas do suspeito do atentado fazendo aumentar para sete o total de pessoas sob custódia, quatro familiares e três próximos de Chekatt.

O magistrado adiantou que "a investigação vai continuar para identificar eventuais cúmplices ou coautores que o possam ter ajudado ou encorajado na realização do ato".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório