Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Direitos Humanos: 70 anos de vida, 30 artigos e uma música para cantá-los

Daniela Mercury juntou-se a Karol Conká para uma música de cariz muito especial.

Há 70 anos, em Paris, numa Europa ainda a reerguer-se dos escombros da Segunda Guerra Mundial, nasceu a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

O documento merece a leitura não só pelo seu valor histórico mas por definir, preto no branco, que a dignidade da pessoa humana não se compadece com violência e discriminação.

Na semana em que se celebraram os 70 da Declaração, chega-nos do Brasil uma colaboração a ter em conta. A canora brasileira Daniela Mercury, um sucesso de vendas em Portugal, juntou-se a Karol Conká para passar da palavra escrita à palavra cantada.

Esta iniciativa partiu do Conselho Nacional do Ministério Público brasileiro e contou com o apoio da Delegação da União Europeia no Brasil e procuradora-geral do Brasil, Raquel Dodge. O resultado é um videoclipe musical sobre a declaração com um título muito apropriado: "Esta é a música cuja letra todos deveriam conhecer”.

Os 30 artigos da declaração ganham assim nova vida, em canção. Afinal de contas, “todos os seres humanos têm direitos, mas de nada adianta se não são conhecidos e respeitados”, como destaca a artista Karol Conká no início do vídeo.

Clique no vídeo para ouvir a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório