Meteorologia

  • 25 MARçO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Ex-agente e advogado acusados de conspiração na Austrália

Um antigo agente dos serviços de informação australiano e o seu advogado foram acusados de conspiração pelo Ministério Público australiano, num caso de espionagem das autoridades da Austrália contra Timor-Leste durante negociações de fronteiras e exploração de petróleo.

Ex-agente e advogado acusados de conspiração na Austrália
Notícias ao Minuto

13:42 - 28/06/18 por Lusa

Mundo Espionagem

O ex-agente do Serviço Secreto de Informação Australiano, conhecido apenas por 'testemunha K', e o seu advogado, Bernard Collaery, foram acusados de revelar informação secreta, segundo um comunicado do Ministério Público difundido pela agência de notícias local AAP.

Os acusados enfrentam uma pena máxima de dois anos de prisão, se forem considerados culpados em julgamento.

A 'testemunha K' foi chave na denúncia apresentada por Timor-Leste contra a Austrália por espiar o Governo timorense durante as negociações prévias de um acordo em 2004, para favorecer a Austrália e o consórcio australiano liderado pela Woodside Petroleum.

As acusações foram conhecidas quando o legislador independente Andrew Wilkie, um ex-agente do serviço de informações que se converteu em informante, revelou-as na sede do parlamento em Camberra.

"Este Governo quer converter um ex-agente da ASIS e o seu advogado em criminosos", referiu Wilkie diante do Parlamento.

A 'testemunha K' deveria ter dado o seu testemunho no Tribunal Permanente de Arbitragem, em Haia, no caso de espionagem apresentado por Timor-Leste, mas não pode sair da Austrália porque o seu passaporte foi confiscado em 2012.

Timor-Leste, por fim, retirou a acusação como um ato de boa vontade antes de assinar um acordo em março passado com a Austrália para delimitar a sua fronteira marítima e pôr fim à disputa que os dois países mantiveram nos últimos anos pelo controlo de uma zona que inclui a rica reserva de petróleo e gás Greater Sunrise.

O depósito contém uma reserva estimada em cerca de 255.000 milhões de metros cúbicos de gás e 300 milhões de barris de petróleo liquefeito e condensado, avaliados ano passado em cerca de 40.258 milhões de dólares (37.410 milhões de euros), o equivalente a 30 vezes o PIB de Timor-Leste.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório