Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Cinco momentos em que a vagina pode dizer muito sobre a saúde da mulher

Do odor intenso à comichão, são vários os sinais dados pela vagina quando algo de errado se passa com a saúde.

Cinco momentos em que a vagina pode dizer muito sobre a saúde da mulher
Notícias ao Minuto

09:40 - 14/09/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Corpo

Cuidar da saúde íntima é muito mais do que uma mera questão de higiene, é um cuidado necessário para zelar pela saúde em geral e para dar a devida importância à vagina, uma das partes do corpo feminino mais escondida e até mesmo desvalorizada.

Como destaca a revista Health, a vagina pode dar sinais claros de que algo de errado se passa com a saúde, atuando como uma espécie de epicentro de determinados problemas, tal como acontece quando se sente comichão e/ou ardor nesta zona íntima.

Apesar de serem vários os motivos inofensivos que possam causar alguma comichão na vagina (como o suor depois de um treino intenso), há que prestar atenção quando tal passa a ser frequente.

De acordo com a publicação, a comichão e/ou ardor vaginal pode ser um indício de alergia ao produto de higiene íntima usado (como pode acontecer com as bombas de banho, como alertámos aqui), ou até mesmo uma infeção vaginal causada por bactérias (ocorrendo quando as bactérias que habitam na vagina ficam descontroladas) ou por fungos. A tricomonose (doença sexualmente transmissível) pode ser também uma causa para este sintoma, que deve ser alvo de uma avaliação médica quando deixa de ser meramente pontual.

O odor intenso oriundo da vagina é também um possível sinal de alerta. Embora possa ser alvo da ação de determinas roupas, da altura do mês em questão e do suor da própria mulher, o odor intenso pode ser um motivo de alarme quando passa a ser quase insuportável e difícil de fazer desaparecer. Segundo o médico Michael Cackovic, o odor pode dever-se à má escolha dos produtos de limpeza íntima, mas também a uma infeção, especialmente se vier acompanhado do sintoma acima. Passar demasiadas horas com o tampão pode também impulsionar o mau odor.

A irregularidade do fluxo menstrual pode ser um sinal de oscilação constante de peso, demasiado stress ou síndrome do ovário poliquístico, uma condição que afeta mulheres jovens e que pode causar dores na zona íntima, acne e produção elevada de pelo no corpo, visto ser uma patologia dependente da ação de hormonas. Para o médico Daniel Breitkopf, "se os sintomas persistirem por mais de seis a 12 meses, então a mulher deve ver um médico para perceber a causa".

Mas se a irregularidade do fluxo menstrual pode ser um sinal de alerta, também a irregularidade do fluxo vaginal deve ser avaliada. A intensidade, a quantidade, a cor e o odor devem ser os fatores a analisar quando o fluxo passa a ser recorrente, pois pode estar em causa uma disfunção hormonal, uma possível gravidez, um mau nível de hidratação ou uma infeção. Quanto à cor, a mudança pode indicar uma doença sexualmente transmissível, como a clamídia ou a gonorreia.

Encontrar um pequeno nódulo sob pele da vulva pode parecer assustador mas, como destaca a revista, tende a ser benigno na maioria dos casos, uma vez que pode tratar-se da acumulação de líquido, contudo, se começar a crescer a provocar dor, então o melhor é mesmo consultar um médico. Já o aparecimento de borbulhas como espinhas junto aos lábios pode indicar um poro entupido e infecionado, resultado, por exemplo, de um mau processo depilatório.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório