Não quer tomar mais ibuprofeno? Experimente estas alternativas

É um dos fármacos mais usados, mas a ciência tem apontado alguns riscos mais ou menos graves ao seu consumo. Falamos do ibuprofeno.

© iStock
Lifestyle Dicas

O ibuprofeno é um dos anti-inflamatórios não esteróides mais consumidos um pouco por todo o mundo, mas a sua popularidade tem deixado de estar relacionada somente com a eficácia.

PUB

Nos últimos meses têm-se multiplicado os estudos científicos sobre este fármaco, sendo que a grande maioria aponta para riscos mais ou menos graves para a saúde. Rins, ossos, audição e coração são alguns dos fatores que podem sair prejudicados quando este fármaco é tomado com regularidade e sem que haja um aconselhamento médico – algo comum de acontecer, uma vez que o ibuprofeno não requer receita médica.

Para quem pretende reduzir a toma de ibuprofeno, mas que quer continuar a tratar de algumas dores que surgem de forma pontual, existem outras alternativas anti-inflamatórias tão ou mais eficazes e que se assumem como mais benéficas e amigas da saúde.

De acordo com o médico Jyotsna Nagda, em declarações à Time, a aspirina pode ser uma boa alternativa, desde que as doses não seja excessivas e o fármaco seja tomado apenas quando a dor se torna insuportável (algo que pode levar ainda à necessidade de visitar um médico).

Quem procura uma alternativa mais natural pode sempre recorrer a suplementos ricos em ácidos gordos ómega 3, que não só são anti-inflamatórios como também reduzem significativamente a dor, especialmente se associada a artrites. Como tem sido apontado por vários estudos, o açafrão é também um anti-inflamatório nato e altamente potente, podendo ganhar ainda mais eficácia quando consumido juntamente com pimenta preta.

De acordo com a Time, a acupuntura e a meditação podem ser igualmente benéficas na hora de aliviar a dor, assim como a prática de exercício consciente. Uma vez que o corpo humano precisa de movimento, a atividade física pode ser mesmo a melhor aliada no alívio da dor, contudo, cabe a cada pessoa conhecer os seus limites, o grau de dor e evitar exercícios de impacto. O Tai Chi é bom para a dor de costas, fibromialgia e artrites, diz a publicação.

Ter uma boa qualidade de sono e consumir café adequadamente (de forma a que não eleve os níveis de stress, que faz com que os marcadores inflamatórios disparem) são outras alternativas naturais cientificamente provadas de aliviar a dor.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser