Tomar banho de manhã ou à noite? Especialistas respondem

É uma pergunta que há anos que gera discussões, mas parece que já há uma resposta.

© iStock
Lifestyle Higiene/Bem-Estar

Já discutiu com colegas ou amigos sobre a altura do dia em que é melhor tomar banho? Provavelmente não chegaram a grandes conclusões e a conversa acabou por ser um levantamento de prós e contras de tomar banho de manhã e de o fazer à noite, mas na verdade a opção de cada um estava tão certa quanto as suas necessidades.

PUB

Mas dois investigadores revelam a lógica e a resposta tão aguardada para a pergunta: É melhor tomar banho de manhã ou à noite?

Shelley Carson, professora de psicologia em Harvard, diz que se deve optar pelo banho matinal quando o seu ambiente de trabalho anda stressante, ou quando está sobre pressão para ser mais criativo.

Segundo reporta o Independent, a especialista destaca que tomar banho pode encorajar a criatividade porque consegue estar relaxado e alerta ao mesmo tempo. Os seus processos cognitivos relaxam, renovam-se e regeneram-se, e as ideias e as soluções irão apresentar-se sem se ter de esforçar – tal como lhe mostramos aqui.

Os estudos sugerem que tomar banho antes de ir dormir pode ajudar as pessoas que têm dificuldade em se ‘desligar’, uma vez que reduz os níveis de cortisol, hormona ligada ao stress.

O banho ajuda a regular a temperatura corporal, o que já foi provado que ajuda a adormecer mais facilmente.

Christopher Winter, médico na American Academy of Sleep Medicine, destaca: “Aquele arrefecimento depois de sair do banho ou do duche tende a ser um indutor natural do sono”. Os dermatologistas também sugerem que tomar banho à noite ajuda a manter a pele mais limpa, uma vez que os óleos e os substância poluentes se acumulam ao longo do dia.

Portanto, a melhor opção é ir variando a sua rotina de banho/duche mediante os seus níveis de stress, a carga de trabalho, horários, rotina de sono e estilo de vida. Assim conseguirá aproveitar os benefícios de ambos os banhos matinais e noturnos.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS