Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 24º

Pópria, a nova marca portuguesa feita a meias por duas amigas

A marca foi inteiramente criada por mulheres. A primeira coleção, lançada no pós-legislativas, celebra as conquistas do 25 de Abril.

Notícias ao Minuto

08:30 - 09/04/24 por Ana Rita Rebelo

Lifestyle Feito em Portugal

Em contagem decrescente para a celebração dos 50 anos do 25 de Abril, duas amigas decidiram criar uma marca de peúgas para 'vestir' o pé com bordados inspiradores e sem 'meias medidas'. Chama-se Pópria e dá agora os primeiros passos, com uma coleção que pretende relembrar que nunca podemos dar por garantidas as liberdades conquistadas. 

Estas meias são para Maria Malaquias, de 34 anos, e Isabel Braga, de 33,  um "posicionamento político", como fazem questão de frisar em entrevista ao Lifestyle ao Minuto, no âmbito da rubrica 'Feito em Portugal'. "Acreditamos que somos todos responsáveis por lutar e preservar os nossos direitos, e, portanto, não nos podemos conformar com as desigualdades que ainda hoje são gritantes", defende Maria.

Leia Também: Panacota. É uma marca portuguesa de joias e vale ouro, com certeza

Isabel, a outra metade deste projeto feito a meias, conta como tudo começou. "Já personalizávamos as nossas roupas e ambas bordávamos meias, com frases e símbolos intimamente ligados ao tema da liberdade e do 25 de Abril, para uso próprio. De repente, as pessoas ao nosso redor começaram a elogiar este trabalho e a questionar o porquê de não o alargarmos ao público." "Este apoio e incentivo foram a nossa maior inspiração" e vai daí nasceu a Pópria, em março deste ano.

O nome surgiu numa brincadeira entre amigos. "Numa época em que se vende desenfreadamente a ideia de que sermos nós próprios conduz ao sucesso, de que não existem impossíveis, ignorando o conceito de meritocracia como falácia, a Pópria integra o erro por oposição à perfeição", explica a cofundadora da marca.

Para os modelos inspiraram-se nas letras de Zeca Afonso e em inúmeras referências femininas, como a mensagem das três Marias (Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa) no livro 'Novas Cartas Portuguesas', os poemas contemporâneos de Francisca Camelo, as canções de Capicua e A Garota Não. A primeira coleção é dedicada à Revolução dos Cravos.

Leia Também: "A ModaLisboa é o projeto da minha vida. Fomos o fósforo que incendeia"

A produção é feita em Portugal. Todo o processo - o desenho, o bordado e o embrulho - é manual. Cada par de meias segue também com uma mensagem personalizada e escrita à mão. Para já, a marca conta com uma lista de sete frases ("Em cada esquina um amigo', 'Em cada rosto igualdade', 'A paz, o pão, habitação, saúde, educação', 'Eles comem tudo e não deixam nada', 'Cá dentro inquietação', 'O povo é quem mais ordena' e 'Que força é essa, amigo?'), mas as fundadoras afirmam que todas as propostas são bem-vindas. 

Notícias ao Minuto As meias estão à venda através de uma página criada no Instagram© Pópria

Pode encontrar estas meias à venda através de uma página criada na rede social Instagram. O preço das meias com citações é de 14 euros, com a palavra 'sempre' custam 10 euros e as peúgas com cravos ficam por oito euros O valor das personalizações varia consoante o tamanho, entre os 10 e os 15 euros.

Carregue na fotogaleria acima. Reunimos alguns modelitos para mostrar.

Leia Também: Uau. A brincar, a brincar, nasceu uma marca de maquilhagem para crianças

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório