Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
27º
MIN 14º MÁX 27º

Problemas na coluna não são coisa da idade. Aprenda a prevenir lesões

Olhe pelas suas costas.

Problemas na coluna não são coisa da idade. Aprenda a prevenir lesões
Notícias ao Minuto

22:31 - 01/09/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde

Todos os anos, em todo o mundo, mais de 500 mil pessoas sofrem uma lesão na coluna devido a causas evitáveis, como acidentes rodoviários, quedas, atividades lúdicas e desportivas e atos de violência.

Com isso em mente, e a propósito do Dia Internacional das Lesões da Coluna Vertebral, que se assinala todos os anos, desde 2016, a 5 de setembro, a Campanha 'Olhe Pelas Suas Costas' relembra que a maioria destas lesões podem ser evitadas. "Uma das funções mais importantes da coluna vertebral é proteger a medula espinal. Quando esta sofre uma lesão, o doente perde funções motoras e de sensibilidade, podendo até ficar impossibilitado de mover os membros", alerta Bruno Santiago, cirurgião e coordenador da campanha, em comunicado. 

Leia Também: Médico explica: Escoliose, mais do que viver com a coluna aos 'ésses'

O médico sublinha que estas lesões podem acarretar consequências "não só a nível físico, como também mental, social, sexual e profissional". "Associa-se ainda a estas o encargo económico, que é geralmente elevado, tanto para o doente, como para o Sistema Nacional de Saúde." 

Como tal, é crucial perceber que ninguém está imune a estas lesões, que podem acontecer a qualquer pessoa e em qualquer lugar, e muitas vezes resultam de um descuido, uma má decisão, falta de cuidado ou até do desconhecimento. A prevenção é o primeiro passo para evitar sequelas e deve ser aplicada em todas as atividades do dia-a-dia.

Por isso, eis seis conselhos fundamentais:

1- Cumpra o código da estrada

"A prevenção passa também pelo cumprimento das regras do código da estrada, através do uso de cinto de segurança e cumprimento dos limites de velocidade, por exemplo, de forma a minimizar o potencial lesivo dos acidentes. Não use o telemóvel enquanto conduz."

2- Atenção aos mergulhos

"As férias ainda não acabaram e o bom tempo ainda vai durar mais algumas semanas, mas atividades como mergulhos devem ser evitadas, principalmente no mar, numa piscina com pouca profundidade, rios e lagos com pouca visibilidade ou perante a presença de rochas, devendo sempre verificar-se a profundidade antes do mergulho."

3- Não ignore os sintomas

"Dor e rigidez no pescoço ou costas, alterações da sensibilidade, dor ao longo dos membros, perda de controlo da bexiga e dos intestinos são os principais sintomas de uma lesão."

4- Não desvalorize o traumatismo

"Após sofrer uma lesão na coluna vertebral, é essencial procurar ajuda especializada de imediato. A precocidade do tratamento tem impacto no resultado final."

5- Atenção aos membros mais idosos da família

"Nos doentes mais idosos, a elevada prevalência de osteoporose contribui para a fragilidade óssea da coluna vertebral. Como tal, deve ser feito o tratamento adequado desta patologia. Além disto, também nesta faixa etária regista-se, geralmente, dificuldade de locomoção.  Devem, por isso, ser prevenidas as quedas através da remoção de obstáculos que as possam promover, como carpetes e degraus, e do uso de auxiliares de marcha, como a canadiana ou o andarilho."

6- Fortaleça os seus músculos

"Quando os músculos estão devidamente trabalhados, são eles que fazem o esforço, evitando que a sobrecarga recaia sobre os ligamentos. Além disto, os alongamentos ajudam a aumentar a flexibilidade da região abdominal e lombar, ampliando os movimentos e evitando o esforço das estruturas da coluna. Pratique exercício físico."

Leia Também: A pensar em 'dar uns mergulhos' com crianças? Siga estes conselhos da GNR

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório