Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2022
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 37º

O seu filho tem uma visão saudável? Sete perguntas e respostas essenciais

Descubra-as e saiba ainda a que sinais deve estar atento.

O seu filho tem uma visão saudável? Sete perguntas e respostas essenciais
Notícias ao Minuto

15:01 - 02/07/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Oftalmologia pediátrica

A visão é considerada um dos sentidos mais valiosos que o ser humano tem no seu corpo. No entanto, nem sempre lhe é dada a devida atenção e é frequente não consultarmos um médico oftalmologista com a regularidade aconselhada.

No caso das crianças, este é um comportamento que pode trazer consequências graves no futuro, uma vez que, por um lado, nos primeiros anos de vida o olho se está a formar e, por outro, está mais recetivo a correções que devem ser feitas o mais cedo possível.

Como tal, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) partilha as respostas a sete perguntas frequentes em oftalmologia pediátrica e diz-lhe a que sinais os pais devem estar atentos.

1- Os ecrãs fazem mal aos olhos?

Os dispositivos digitais quando são bem utilizados podem ser importantes ferramentas educativas e de lazer. Contudo, é importante monitorizar a sua utilização nomeadamente evitar que os mesmos estejam muito próximos dos olhos pois podem levar a queixas de cansaço visual, olho seco e a perturbações da focagem. Assim, aconselha-se seguir a regra 20/20/20, ou seja, a cada 20 minutos, uma pausa mínima de 20 segundos a uma distância mínima de 20 pés (seis metros).

2- As crianças podem utilizar óculos de sol?

As medidas que se aplicam à proteção da pele nos mais novos estendem-se também à proteção ocular, ou seja, deve evitar-se a exposição direta ao sol entre as 11 e as 15 horas no período do verão. Os óculos de sol não sendo obrigatórios, são aconselháveis. Ao escolher uns óculos para o seu filho certifique-se de que as lentes têm filtro de proteção contra os raios ultravioleta próximo dos 100% e que são de boa qualidade ótica (sem distorção), nunca devendo estar riscadas ou com falhas. E lembre-se: a cor escura não é sinónimo de maior proteção!

3- As crianças até falarem não precisam de ir ao médico oftalmologista?

Existem exames simples que são capazes de quantificar a visão nos bebés desde tenra idade como, por exemplo, o teste do olhar preferencial em que através do interesse demonstrado pelo bebé por padrões de riscas com larguras diferentes se consegue obter o valor da acuidade visual de cada um dos olhos. Existe para cada idade nas consultas de oftalmologia testes adaptados com complexidade crescente até às escalas de visão dos adultos. Em crianças sem antecedentes pessoais ou familiares relevantes e com comportamento visual aparente normal, a primeira consulta de Oftalmologia deve ser realizada por volta dos três anos e depois com a periodicidade indicada pelo seu médico oftalmologista.

4- O estrabismo na criança cura-se de forma natural com o seu crescimento?

Qualquer alteração do alinhamento dos eixos visuais, mesmo que não permanente, presente depois dos seis – nove meses não é normal e a criança deve ser observada numa consulta. Por outro lado, há formas de estrabismo que aparecem mais tarde, nomeadamente as que estão associadas ao esforço acomodativo (de focagem), que tipicamente surgem pelos três – quatro anos, em crianças até aí sem qualquer alteração aparente. Mais do que existir uma cura simples, o tratamento do estrabismo é um processo de reabilitação exigindo um trabalho conjunto com o médico oftalmologista, a criança e os pais.

5- É natural as crianças coçarem os olhos?

É natural, mas não significa que seja benéfico. Coçar os olhos de maneira repetitiva constitui um traumatismo físico que pode levar ao adelgaçamento e deformação da córnea (parte transparente do olho que se situa à frente da íris). Adicionalmente, o coçar pode induzir a inflamações oculares e até mesmo infeções, uma vez que as mãos são portadoras de agentes infeciosos. Neste sentido, apesar do estímulo que as crianças têm para o fazer, nomeadamente as que sofrem de alergias, este comportamento deve ser fortemente desincentivado pelos pais.

6- As crianças não podem usar lentes de contacto?

A primeira ferramenta na correção das perturbações de focagem (erros refrativos) nas crianças são os óculos com lentes graduadas. No entanto, em casos selecionados as lentes de contacto também são uma opção, podendo ser adaptadas a qualquer idade. O uso de lentes de contacto neste escalão etário exige maior vigilância pelo médico oftalmologista e uma monitorização contínua diária por parte dos pais.

7- Lacrimejar é comum e normal nos mais novos?

A obstrução do canal nasolacrimal (que leva as lágrimas do olho ao nariz) é frequente nos bebés, acabando por se resolver nos primeiros meses de vida na grande maioria dos casos só com recurso a massagem no canto interno do olho. No entanto, na presença de lacrimejo constante que condicione episódios repetidos de infeção ocular (conjuntivite) e/ ou na ausência de resolução até aos 6 meses, o bebé deve ser observado por um médico oftalmologista.

Em comunicado, Ana Vide Escada, coordenadora da secção de oftalmologia pediátrica e estrabismo do Hospital Garcia de Orta e Secretária-Geral Adjunta da SPO, afirma que, "com o avançar da idade, os mais pequenos podem não apresentar queixas e não notar que por exemplo a visão de um dos olhos é diferente da visão do outro e vão-se habituando a ver desta forma". "Por vezes são os professores que notam que a criança cerra os olhos ou cobre um olho para ler o quadro. Os pais devem estar atentos a qualquer alteração do normal comportamento visual dos seus filhos, nomeadamente se se aproximam muito da televisão ou dos monitores, ou se têm tendência para quase colarem a cara aos livros para conseguir ler".

Neste sentido, sublinha, "a prevenção e as consultas regulares com um médico oftalmologista são sempre a melhor opção a seguir por parte dos pais, principalmente quando se verificam indícios de que a criança pode ter alguma dificuldade visual".

Leia Também: "Mais de mil milhões de pessoas sofrem de deficiência visual ou cegueira"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório