Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Pessoas que fazem este tipo de alimentação têm menor risco de Covid-19

O consumo de uma dieta à base de plantas está associado a uma menor probabilidade de contrair Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

Pessoas que fazem este tipo de alimentação têm menor risco de Covid-19
Notícias ao Minuto

07:42 - 20/09/21 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Contágio

De acordo com um novo estudo, citado pela revista Galileu, a ingestão de uma dieta saudável à base de vegetais é sinónimo de um menor risco de infeção pelo novo coronavírus e, entre quem já adoeceu com Covid, a um risco inferior de experienciar sintomas graves.

"As nossas descobertas são um apelo aos governos e partes interessadas para priorizar dietas saudáveis e o bem-estar com políticas impactantes, caso contrário, corremos o risco de perder décadas de progresso económico e um aumento substancial nas disparidades de saúde", disse Jordi Merino, investigador na Unidade de Diabetes e Centro de Medicina Genómica do Massachusetts General Hospital, professor de medicina na Harvard Medical School e autor do estudo. 

Leia Também: Duas doses da vacina diminuem em metade risco de Covid persistente

O trabalho científico, citado pela revista Galileu, analisou dados de 592.571 indivíduos que vivem no Reino Unido e nos Estados Unidos, recrutados a partir de 24 de março de 2020 e acompanhados até 2 de dezembro desse ano. 

Para efeitos daquela pesquisa, os participantes preencheram um questionário acerca dos seus hábitos alimentares pré pandemia e entretanto a sua dieta foi avaliada através de um índice que usava como base uma dieta saudável à base de plantas - na qual se destacam frutas e vegetais.

Segundo a revista Galileu durante o acompanhamento, 31.831 voluntários sofreram de Covid-19. Sendo que os participantes no quadrante mais elevado da pontuação da dieta registaram um risco 9% menor de padecer da doença e uma chance 41% mais reduzida de desenvolver Covid-19 grave, comparativamente com os indivíduos no quadrante mais baixo da pontuação da dieta.

Índices que se mantiveram consistentes em múltiplas análises que tinham em conta outros comportamentos saudáveis, determinantes sociais da saúde e taxas de transmissão de vírus.

Adicionalmente, os investigadores constataram que ​​os efeitos benéficos do tipo de alimentação relativamente à possibilidade de contrair Covid são sobretudo notórios em indivíduos que vivem em meios de elevada privação socioeconómica.

Merino partilhou: "os nossos modelos estimam que quase um terço dos casos de Covid-19 teriam sido evitados se uma das duas exposições - dieta ou privação - não estivessem presentes". 

Leia Também: Formação de coágulos. Afinal, qual é a relação entre trombose e Covid-19?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório