Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

"O preço de negar o efeito da pandemia é pago em VIDAS", alerta psicóloga

"Poderíamos dizer que são apenas pessoas irresponsáveis. No entanto, este comportamento do ponto de vista psicológico é muito mais do que isso", alerta a psicóloga Vera de Melo, num artigo de opinião que partilhou com o Lifestyle ao Minuto, acerca de quem decide ignorar o Estado de Emergência decretado devido à pandemia da Covid-19.

"O preço de negar o efeito da pandemia é pago em VIDAS", alerta psicóloga
Notícias ao Minuto

07:00 - 13/04/20 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Covid-19 e comportamento humano

Passou mais de um mês que tivemos o primeiro caso de Covid-19 em Portugal e o que era outrora uma utopia passou a ser uma realidade.

No entanto, são ainda muitas as pessoas que acreditam que tudo isto não é real e estão em total negação. Multiplicam-se na Internet e nas Televisões notícias de pessoas, das mais variadas regiões e idades que tentam 'furar' o estado de emergência e desafiam as medidas impostas.

O número de detidos por não respeitar as normas aumenta todos os dias, e também todos os dias descobrimos comportamentos que nos deixam completamente admirados e sem reação.

Se é verdade que este tipo de pessoas sempre existiram, e estes comportamentos não são novidade o que nos espanta, é manterem-se no cenário atual, onde falamos de uma pandemia que atua a nível mundial.

Infelizmente o avanço do contágio não espera que estas pessoas 'acordem' e vejam a realidade.

Poderíamos dizer que são apenas pessoas irresponsáveis. No entanto, este comportamento do ponto de vista psicológico é muito mais do que isso.

Podemos falar de um erro de atribuição, basicamente o cérebro humano falharia na hora de aplicar o instinto mais importante do ser humano, o de sobrevivência. Esse erro acontece quando pensamos que os outros estão agindo de modo equivocado ou exagerado, pelo que o desfecho era acreditar que tudo não passa de uma 'gripe' e continuar a adotar as mesmas rotinas diárias. Minimizar e eliminar a importância do perigo de infetar outros, de sofrer uma doença que se vai agravando ou de serem responsáveis pela perda de vidas.

Por outro lado, há pessoas que priorizam o seu bem-estar acima de tudo. Não estão dispostas a mudar seu estilo de vida por um bem maior, por preservação da sua identidade não alteram o comportamento.

Por fim a negação da pandemia também pode ser explicada pelo efeito da irrealidade. Há factos inegáveis que vemos todos os dias, as pessoas ao nosso lado, as notícias, as árvores, o sol, mas não vemos o vírus que está a abalar a vida de milhões de pessoas. E como diz a sabedoria popular, “o que os olhos não veem, o coração não sente”, logo ingenuamente as pessoas assumem que não existe nada e a existir será resolvido num curto espaço de tempo. De forma ingénua acreditam que num mundo tão avançado como o nosso, a cura será rápida e que as pandemias não são mais do que coisas do século passado. Acrescenta-se a este raciocínio repleto de fantasia e de ilusão que como não se sente, não se vê, não se cheira, provavelmente alguém anda a ver demasiados documentários e séries na Netflix que quer transpor para a realidade. Cegos por este efeito de irrealidade assumem que a doença, a morte estarão muito longe da sua casa e dos seus, agindo assim de forma completamente irresponsável.

Mas, a irresponsabilidade destas pessoas pode ser devastadora.

O preço de negar o efeito da pandemia é pago em VIDAS.

Pense nisso!

Notícias ao MinutoPsicóloga Vera de Melo© DR

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório