Meteorologia

  • 14 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Será tosse ou tuberculose? Dez sintomas que jamais pode ignorar

A tuberculose continua a ser um dos maiores problemas mundiais de saúde pública. Ainda hoje morrem mais pessoas por tuberculose em todo o mundo do que por qualquer outra doença infeciosa curável. Por estes motivos a Organização Mundial de Saúde declarou esta doença como sendo uma emergência.

Será tosse ou tuberculose? Dez sintomas que jamais pode ignorar

Estima-se que surjam 9 milhões de novos casos de tuberculose por ano e que, destes, 1,8 milhões acabem por morrer, segundo informações divulgadas no site da rede de hospitais CUF. Estes números são particularmente chocantes se considerarmos que estamos perante uma doença curável, cujo tratamento é acessível e barato.

Na Europa existem cerca de 500 mil doentes com tuberculose, adoecem diariamente cerca de mil pessoas e morrem, por ano, cerca de 40 mil doentes.

Em Portugal, em 2012 foram declarados 2.480 casos de tuberculose, o que representa uma redução de 6,1% em relação a 2011. Contudo, o número de casos em reclusos aumentou nesse ano. O sucesso do tratamento nos casos de tuberculose pulmonar tem vindo a descer, atingindo valores inferiores a 85% desde 2010.

Embora a tuberculose possa afetar qualquer pessoa, atinge sobretudo os mais vulneráveis, idosos e crianças, marginalizados e reclusos.

Apesar da existência de tratamento, é frequente surgirem resistências desta bactéria aos tratamentos e a tuberculose multirresistente está a aumentar na região Europeia. Como tal, tem-se vindo a verificar uma redução gradual no sucesso terapêutico. Em casos extremos, esta resistência afeta todos os medicamentos disponíveis, o que torna o tratamento mais difícil ou mesmo impossível se a bactéria for resistente a todos os fármacos.

Como tal, é fundamental melhorar o diagnóstico e o tratamento dos doentes com tuberculose.

Eis 10 sintomas de tuberculose que jamais pode ignorar:

1. Febre

A febre é um dos sintomas mais comuns da tuberculose, seja na forma pulmonar ou na tuberculose de outros órgãos. Em geral, a febre é alta, acima dos 38ºC, diária e com predomínio no final do dia, chamada de febre vespertina . Nos idosos, porém, a tuberculose pode surgir sem febre.

2 . Suores noturnos

Outro sintoma de tuberculose muito comum. Além da febre vespertina, também é habitual os pacientes apresentarem suores noturnos. Em alguns pacientes com tuberculose, os suores noturnos podem ocorrer mesmo sem a presença de febre.

3. Tosse

A tosse é o sintoma mais comum da tuberculose pulmonar, mas não costuma estar presente nas outras formas de tuberculose. Um paciente com tuberculose urinária ou gastrointestinal, por exemplo, só apresentará tosse se também tiver tuberculose pulmonar ativa.

A tosse da tuberculose pulmonar é crónica, com duração de semanas. Geralmente inicia-se como uma tosse seca, agravando-se ao longo dos dias, podendo evoluir para uma tosse purulenta, com expectoração amarelo-esverdeada. 

4. Expectoração com sangue

Com o passar dos dias, a expectoração purulenta pode transformar-se em expectoração sanguinolenta, que recebe o nome de hemoptise. O catarro com sangue é um sintoma típico da tuberculose em fases mais avançadas

5. Falta de ar e cansaço

A falta de ar é um sintoma comum da tuberculose pulmonar e ocorre geralmente em fases mais avançadas, quando o acometimento do pulmão já é extenso. A falta de ar no início do quadro ocorre apenas durante o esforço, porém, com a evolução da infecção, passa a surgir mesmo em repouso.

6. Dor torácica

A dor na região torácica é outro sintoma comum da tuberculose pulmonar. Ela pode surgir por vários motivos, desde a lesão do pulmão pela própria tuberculose, quanto pelo esforço causado pela tosse crónica, ou mesmo pelo acometimento da pleura pela infecção, que se caracteriza por uma dor que surge durante a respiração profunda, chamada de dor pleurítica.

A dor torácica nos casos de infecção pulmonar pela tuberculose costuma ocorrer na região das costas, geralmente do lado do pulmão mais afetado.

7. Perda de peso

A perda de peso e a falta de apetite ocorrem em todas as formas de tuberculose. É comum o paciente perder entre cinco a 10 quilos numa questão de semanas.

8. Linfonodos aumentados

O aparecimento de um ou mais linfonodos aumentados e palpáveis pelo corpo é um sintoma típico da tuberculose ganglionar.

A apresentação mais comum é o surgimento de um único linfonodo aumentado, não doloroso, num adulto jovem sem outros sintomas, como febre, perda de peso, tosse ou cansaço. Porém, não é incomum o paciente apresentar mais de um gânglio aumentado ou ter a forma pulmonar e ganglionar juntas, fazendo com que os sintomas descritos acima estejam presentes.

9. Dor óssea

A tuberculose óssea costuma manifestar-se com dores nos ossos, principalmente dor lombar, por acometimento das vértebras da coluna pela infeção (chamado de mal de Pott).

A tuberculose óssea não é uma forma muito comum e a dor costuma ser apenas leve a moderada no início do quadro. Se não houver febre e perda de peso, o médico não costuma (nem deve) suspeitar inicialmente de tuberculose nos pacientes com queixas de dor na coluna. A radiografia da coluna costuma ser normal nas fases iniciais, sendo necessária a realização de uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética para o diagnóstico precoce.

10. Sangue na urina

A tuberculose do sistema urinário costuma apresentar-se como um quadro de infecção urinária não curável com os antibióticos tradicionais e não é identificada pelas uroculturas.

A bactéria geralmente aloja-se num dos rins e provoca dor na região lombar associado a sangue e pus na urina, às vezes de forma microscópica, só detetável pelos exames de laboratoriais de urina.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório