Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Este pode ser o motivo por que está sempre cansado

O inverno deixa-nos mais cansados e (quase literalmente) bem mais agarrados à cama. Porquê?

Este pode ser o motivo por que está sempre cansado
Notícias ao Minuto

21:45 - 15/11/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Quotidiano

Fadiga. Esta pequena palavra parece amaldiçoar o inverno de quem até se orgulhava da rotina que conseguiu assumir no verão e que parece estar a perder o controlo quão mais descem as temperaturas.

Treinar antes de ir trabalhar, ou sair do escritório, preparar o jantar e treinar mesmo em casa antes do jantar. O plano perfeito dava tempo para tudo, mas o corpo parece perder esta força e ânimo no tempo mais frio. O motivo? Cansaço extremo. E nem a ir para a cama às dez da noite parece ser solução para começar o dia seguinte cheio de energia.

O problema é real e segundo a Royal College of Psychiatrists afeta uma em cada cinco pessoas admite sofrer de cansaço a improváveis horas do dia, já um em cada dez, sofre mesmo de exaustão.

Jennie Gough, nutricionsita, explica distingue os casos ao esclarecer que a exaustão “não é como um cansado normal. Tudo o que queremos fazer é deitar e dormir – e a seguir dormir mais e ainda mais depois disto. Não se consegue funcionar corretamente porque tudo o deixa cansado”.

Especialistas resumem esta condição como um estado físico e mental de cansaço extremo. Quanto ao motivo, advém da pouca energia que o corpo consegue garantir ao seu funcionamento, que se deve ao mau estado do sistema imunitário, como uma infeção crónica, usando as palavras de Sarah Myhill, autora de ‘Diagnósticos e Tratamentos da Síndrome de Fadiga Crónica’. Ora, dito isto, faz sentido que seja no inverno que nos sintamos mais fracos e sem energia: o cérebro sabe que não há energia suficiente para o corpo funcionar corretamente e reflete-o através do estado de exaustão.

Como ter a certeza de que estamos mesmo exaustos ou apenas cansados?

A exaustão passa normalmente por sintomas de baixo foco, aumento de stress, dificuldade em adormecer, resistência de treino muito baixa e respiração mais difícil. Tudo isto leva a que se opte pelo sofá em vez de qualquer outra atividade e que se prefira refeições simples como um menu no McDonald's em vez de um prato de frango e arroz preparado em casa, por exemplo.

Além disso, ainda a nível da alimentação, por vezes tenda-se contrariar tal sensação com café, chocolates ou açúcar por se achar que assim se garante o ‘boost’ de energia que o corpo está a pedir. Este é, no entanto, um erro comum quando se fala de casos de exaustão e que desta forma estão a ser camuflados, colocando em segundo (ou terceiro) plano a verdadeira necessidade de se tratar do sistema imunitário que precisa de ser reforçado não só com o sono mais também alimentação certa.

Um aspeto inegável que resume tal situação é que a diferentes alturas do ano o corpo tem diferentes necessidades, seja a nível de sono, alimentação ou próprio dia a dia. Talvez a sopa que jantava todos os dias de trabalho já não seja suficiente porque mudou os horários de treino ou simplesmente porque, com o frio, o corpo carece de mais calorias para se aquecer.

Reflita sobre tais hábitos e, apontados os possíveis pontos que considera não estarem totalmente bem, procure aconselhar-se junto de especialistas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório