Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 13º

Edição

Estes são os cinco lugares no escritório com mais germes (e fezes também)

Entre essas bactérias nocivas, encontram-se também vestígios de fezes em objetos como louça partilhada, nomeadamente xícaras de café. Proteja-se.

Estes são os cinco lugares no escritório com mais germes (e fezes também)
Notícias ao Minuto

13:00 - 22/10/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Muito cuidado

Os locais com mais germes tendem a ser áreas com elevada afluência de indivíduos, pense nas superfícies dos transportes públicos ou numa casa-de-banho pública.

Porém, o escritório não é uma exceção. Ainda assim, há uma precaução que pode tomar para reduzir o risco de infeção e até de doença – lave as mão regularmente. Não se esqueça.

Eis cinco dos lugares e objetos no escritório com mais germes...

Botões dos elevadores e corrimãos de escadas

De acordo com o diretor de microbiologia e imunologia do Centro Médico de Lagone, da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, Philip Tierno, em declarações à revista TIME, os botões e os corrimãos apresentam índices elevados de germes devido à igualmente elevada circulação de pessoas.

Um estudo publicado no periódico Open Medicine apurou que 61% dos botões dos elevadores estão contaminados com bactérias, comparativamente a 43% da maioria das casas-de-banho.

Porta do escritório

As maçanetas das portas são uma fonte comum de contaminação indireta, explica Tierno. Porém, o material do puxador poderá determinar a quantidade de bactérias que lá habitam.

As maçanetas sem revestimento ou pintura, sobretudo se contêm zinco, cobre ou níquel, podem ter um efeito inibitório na proliferação desses germes, refere o microbiologista.

3. Teclado

Apesar de talvez ser o único a manuseá-lo, a verdade é que os teclados são um porto seguro para a disseminação de bactérias.

Os autores de um estudo publicado no periódico científico The American Journal of Microbiology recolheram amostras de 250 teclados, e todos eles estavam contaminados com micróbios.

O telefone

Várias pesquisas já revelaram que bactérias como o estreptococo, a SARM e a E.coli estão presentes nos telefones partilhados nos escritórios.

Xícaras de café

Eis uma boa razão para trazer a sua chávena de casa: não é de todo fora do comum encontrar matéria fecal nestes objetos, alerta Tierno.

Uma pesquisa revelou que cerca de 20% das chávenas partilhadas no escritório contêm bactérias provenientes de fezes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório