Meteorologia

  • 17 JULHO 2018
Tempo
22º
MIN 20º MÁX 23º

Edição

Largue o açúcar. É (também) esta a droga que o deixa ansioso

O consumo de açúcar impacta o cérebro, por isso sim, podemos chamar-lhe de ‘droga’ como qualquer substância que cria vício.

Largue o açúcar. É (também) esta a droga que o deixa ansioso
Notícias ao Minuto

12:45 - 21/06/18 por Mariana Botelho

Lifestyle Vicio

Certos do ‘poder’ viciante do açúcar, foi em 2017 que um grupo de investigadores conseguiu provar a relação entre o seu consumo e o comportamento ansioso.

Ao The Independent, os investigadores explicam que o problema está na inflamação, que é responsável por várias doenças metabólicas. Este ponto levou à associação entre cérebro e intestino que permite justificar a origem da ansiedade e depressão associadas ao açúcar.

Grande parte da serotina (neurotransmissor que regula o sistema nervoso central) encontra-se nos intestinos. Quando há consumo em excesso, nomeadamente de frutose, o intestino enfraquece, como foi provado em estudos anteriores. Ora, ao ficar enfraquecido, o intestino põe em causa a serotina, que leva ao estado de ânsia. Em suma, digamos que o açúcar alimenta-se da ‘bactéria boa’ presente nos intestinos.

Tal acontece porque o corpo humano não está preparado para metabolizar de forma eficiente todo o açúcar ingerido, quando a quantidade supera em muito o limite aconselhado para um organismo saudável.

A par desta questão, que leva a problemas mentais associados à ansiedade, o açúcar é também bastante propício às constantes mudanças de humor e vício.

Com é explicado, “quando dispersa no sistema sanguíneo, o açúcar causa a sensação de energia, mas depois a insulina é secretada para ‘lidar’ com todo aquele açúcar, resultando numa quebra que leva à sensação de ‘em baixo’ que causa também o desejo por mais açúcar”, lê-se na publicação inglesa.

Veneno escondido

O açúcar pode-se apresentar de variadas formas, ‘disfarçado’ de outros componentes. No fundo, sacarose, frutose ou qualquer designação terminada em ‘ose’ refere-se a açúcar.

Está em cereais, iogurtes e outros alimentos, por vezes em versões vendidas como ‘light’ ou baixas em açúcar. A atenção aos rótulos torna-se assim essencial para que se tenha a noção da verdadeira quantidade de açúcar consumido, assim como evitar que as crianças abusem deste consumo – cujo limite diário pode ser atingido apenas com um iogurte.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.