Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
31º
MIN 30º MÁX 32º

Edição

Deve usar menos protetor solar para apanhar mais vitamina D?

No ano passado, um estudo científico publicado no periódico American Osteopathic Association fez as manchetes de todo o mundo ao referir que o uso de protetor solar pode ser em parte o culpado pela deficiência generalizada de vitamina D, que atualmente afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

Deve usar menos protetor solar para apanhar mais vitamina D?
Notícias ao Minuto

13:57 - 15/05/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Dilema

A pesquisa polémica suscitou inúmeras questões, tendo em conta que utilizar consistentemente protetor solar é um dos conselhos mais comuns recomendados pelos médicos dermatologistas.

Deverá a falta de vitamina D – que pode levar ao enfraquecimento dos ossos e que foi associada com a resistência à insulina, pressão arterial elevada e o enfraquecimento do sistema imunológico, entre outros problemas – ofuscar anos de alertas e de recomendações?

Não, de acordo com a médica norte-americana Victoria Werth, professora de dermatologia e de medicina na Universidade da Pensilvânia. “Estamos demasiado preocupados com a carência de vitamina D, porém o risco de contrair cancro da pele é muito maior e mais alarmante do que a falta daquela substância”, afirma.

O cancro da pele, é atualmente um dos cancros mais comuns no mundo inteiro. Só nos Estados Unidos são anualmente diagnosticadas cerca de 76 mil pessoas com a patologia potencialmente fatal. Já em Portugal surgem, anualmente, cerca de 700 novos casos de melanoma maligno.

Dado o facto de ser tão comum, Werth alerta que prevenir o aparecimento de cancro da pele deve ter prioridade relativamente à carência de vitamina D, sobretudo porque é possível receber aquele composto através de suplementos e da dieta. Alimentos como o peixe, a gema do ovo ou cogumelos são ricos em vitamina D.

Mais ainda, Werth garante que a conceção de que utilizar protetor solar bloqueia totalmente a absorção de vitamina D é de facto um mito.

“Cerca de 2% a 7% de luz solar continua a ser absorvida pela pele, dependendo do fator de proteção (FPS) usado”, explica a médica. “Se por exemplo, alguém utilizar FPS de valor 15, então apenas cerca de 93% dos raios são bloqueados, e é absorvida luz solar suficiente que garante os níveis ideais de vitamina D no organismo”, afirma Werth.

Passar cerca de uma hora por dia exposto ao sol, enquanto usa um FPS de índice 15, é suficiente para apanhar a vitamina D que precisa, acrescenta. Se opta por não usar protetor solar (o que de acordo com a opinião médica geral não deve fazer), então são necessários somente 10 minutos para se abastecer com aquele composto.

Agora já sabe!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.