Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Fernandes

António Raminhos, Luís Filipe Borges e Pedro Fernandes acabaram de lançar um vinho que tem um fim solidário.

Fama Novidade

Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes © Facebook_António Raminhos

Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes © Facebook_Pedro Fernandes

Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes © Facebook_António Raminhos

Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes © Facebook_António Raminhos

1 / 4
Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes

Três amigos, '3 Podas'. O vinho de Raminhos, Borges e Pedro Fernandes © Facebook_António Raminhos

1 / 4
© Facebook_Pedro Fernandes

‘3 Podas’ é o novo vinho português, criado por António Raminhos, Luís Filipe Borges e Pedro Fernandes. Uma ideia que surgiu há mais de um ano, depois de vários almoços com Luís Vieira, administrador da Quinta do Gradil.

PUB

"O Luís Vieira era um grande fã do ‘Fora do 5’, um programa que eu o Pedro Fernandes e o Raminhos fazíamos na Antena 3. A Quinta do Gradil mandava-nos umas garrafas lá para o estúdio e nós várias vezes fizemos o programa em direto a beber, o que é sempre uma boa ideia. Acabamos por receber um convite para almoçar com o Luís e nasceu uma espécie de amizade instantânea”, contou Luís Filipe Borges em exclusivo ao Fama ao Minuto

Os três comediantes começaram a visitar a quinta e um dia foram desafiados para criar um vinho. “Rimo-nos muito. Achávamos que ele estava a brincar”, disse o apresentador, revelando que ambos acompanharam todas as fases da criação da bebida, desde a vindima à vinificação, testar aromas, escolher castas e pisar as uvas. Ao fim de cerca de um ano, e com a ajuda da enóloga Vera Moreira, nasceu então o ‘3 Podas’.

António Raminhos, Luís Filipe Borges e Pedro Fernandes não irão ganhar nada com esta produção de cinco mil garrafas, visto que os lucros do vinho revertem para uma boa causa. Cada garrafa vendida vai contribuir um euro para a Casa do Artista. O lugar onde “muito provavelmente um dia vimos parar”, disse Luís Filipe Borges. “Nós achamos que a Casa do Artista fazia total sentido e isto é a nossa forma de fazer uma pré-reserva de um quarto”, brincou. 

Os três colegas e amigos tiveram sempre uma palavra a dizer na produção do produto e, para Borges, a parte mais “gira” foi a escolha das castas. “Decidimos pelas três castas que são tannat, petit verdot e syrah. Nessa altura ficámos logo com uma primeira sensação de que é que o vinho poderia ser”.

O apresentador define esta bebida com “um aroma extraordinário e muito corpo”. “Ótimo para carne. Um vinho com que os nossos amigos vão levar nas próximas duas décadas de aniversários e natais porque nós vamos ficar com 150 garrafas cada um”.

Raminhos diz que, apesar de ser novo, “é um vinho com um travo mais de madeira, portanto, dá a ideia que mesmo sendo um vinho novo já não é assim tão novo”. “É um bocadinho como nós. Damos a ideia de que somos novos mas já não somos assim tão novos”, brincou.

Já Pedro Fernandes, que teve a ideia do nome, diz que, apesar de não ser grande entendido em vinhos, “sabe-lhe bem”. “Acho que está bom e todas as pessoas que têm provado, mesmo os entendidos em vinho, dizem que está muito bom".

Para Luís Vieira este “é um vinho encorpado, robusto, para poder degustar com carnes vermelhas”.

Ambos concordam que este é um vinho que se adapta a todas as ocasiões. No entanto, Luís Filpe Borges acha que será mais adequado a momentos de festa.

“Nessas alturas festivas, rodeados de amigos, é a altura ideal para brindar com o ‘3 Podas’ porque é um vinho que nasceu disso, de três amigos que fizeram um novo grande amigo que é o Luís Vieira da Quinta do Gradil. Não gostava nada de ver este vinho em eventos de empresas e almoços chatos. Não, este vinho é para jantares de amigos e celebrações”, afirmou.

Raminhos foi mais longe e adiantou que a bebida é como uma “receita médica”. “De manhã ao acordar, à noite, ao deitar, durante o dia. Isto é como a receita médica, um copinho de vinho por dia não faz mal a ninguém”, brincou

Lançado esta segunda-feira, dia 28, na Casa do Artista, em Lisboa, ‘3 Podas’ já está à venda no Continente e também na loja da Quinta do Gradil, no Cavadal. Cada garrafa custa 6,99 euros.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS