Meteorologia

  • 28 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

Roe vs. Wade: 160 celebridades lutam para manter o direito das mulheres

Ariana Grande, Billie Eilish, Megan Thee Stallion, Olivia Rodrigo e Selena Gomez assinaram um anúncio publicado publicado no New York Times que condena a possível queda dos direitos ao aborto nos Estados Unidos.

Roe vs. Wade: 160 celebridades lutam para manter o direito das mulheres
Notícias ao Minuto

23:17 - 13/05/22 por Notícias ao Minuto

Fama Aborto

Mais de 160 celebridades como Ariana Grande, Billie Eilish, Megan Thee Stallion, Olivia Rodrigo e Selena Gomez assinaram um anúncio publicado publicado no New York Times que condena a possível queda dos direitos ao aborto nos Estados Unidos.

O anúncio contesta a esperada reversão da Suprema Corte do Roe vs Wade - o direito estabelecido em 1973 em que foi decidido que as mulheres grávidas têm o direito constitucional de interromper a gravidez até ao ponto de viabilidade fetal.

"O Supremo Tribunal está a planear a reversão do 'Roe v. Wade'. O nosso poder de planear o nosso próprio futuro e controlar o nosso próprio corpo depende de nossa capacidade de aceder a cuidados de saúde sexual e reprodutiva, incluindo o aborto", defende o anúncio.

"Somos artistas. Criadores. Narradores. Somos a geração a entrar no nosso poder. Agora estamos a ser roubados do nosso poder. Não vamos voltar atrás - não vamos recuar", lê-se ainda.

Leia Também: Roe vs. Wade. Perceba as questões fundamentais sobre o aborto nos EUA

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório