Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Pedro Lamares: "O meu padrasto é neto de um padre"

Estivemos à conversa com Pedro Lamares, ator que dará vida a um padre na nova série da TVI.

Pedro Lamares: "O meu padrasto é neto de um padre"

Pedro Lamares promete dar que falar com a sua nova personagem, o padre Santiago. O ator vai dar vida ao papel na nova série da TVI, 'Pecado', que fala precisamente do dilema moral do sacerdote quando se apaixona por uma paroquiana (Maria Manuel, interpretada por Daniela Melchior).

Este foi um projeto que exigiu uma investigação e aprofundamento do ator acerca dos meandros da igreja católica, tendo-o levado mesmo, conforme referiu numa conferência para jornalistas, a ler a Bíblia pela primeira vez. 

Questionado sobre se o tema - a questão do celibato entre os padres - poderia gerar discórdia, Pedro fez notar: "Qualquer coisa que tenha um interesse e uma real trama é passível de gerar discórdia. Não trabalhamos para agradar a gregos e a troianos. Existem vários concílios dentro do Vaticano com perspetivas diferentes entre si e há católicos muito mais progressistas", começa por defender.

Na visão do ator, a sua personagem sofre por causa de um "dilema moral" que o faz questionar tudo: "Apesar de ter uma postura progressista e de questionar a questão do celibato no sacerdócio, não faz com que ele se sinta legitimado a apaixonar-se e a viver uma relação, porque está dentro de uma organização que continua a não permiti-lo. Vive um dilema de conflitos, de valores e de coerência".

"Acredito que o coração de um sacerdote possa estar absolutamente entregue a Deus, e isso é o coração a falar também. Há uma disciplina de celibato nas correntes diocesanas da igreja, é uma disciplina católica, é uma ordem do Vaticano, mas os votos de castidade estão reservados aos padres religiosos, não aos diocesanos, e o Santiago é um padre diocesano. É um dilema moral para a personagem, o que a torna mais interessante", sublinha.

A preparação para ser o Padre Santiago

Não sendo católico, Pedro Lamares confessou-nos que tem uma enorme curiosidade relativamente à forma como a instituição religiosa é dirigida, motivo pelo qual fez um intensivo trabalho de preparação para a sua personagem. 

"Eu não sou católico, mas tenho bastante curiosidade. Fiz um trabalho de preparação para isto com um querido amigo padre jesuíta, o João Sarmento. Nessas conversas que fui tendo com ele houve algumas coisas que fui percebendo que têm a ver com os movimentos dentro da própria igreja e com reações violentas que estão relacionadas com a moral cristã, à partida, mas que me parece que é uma moral mais católica, mais ligada às regras da instituição", refere. 

"Dediquei-me a fazer uma leitura do Novo Testamento. Os evangelhos são um tratado progressista, arriscar-me-ia quase a dizer que são um tratado de esquerda. Sobre a distribuição da riqueza, a aceitação do outro, o não julgamento, a conceção da liberdade individual, todas essas coisas estão na base do cristianismo. Elas foram sendo profundamente alteradas por uma instituição feita por homens. É um livro de um progressismo, de uma preocupação social, de igualdade, de justiça, de não julgamento que tem  pouco a ver com aquilo que eu vejo em pessoas muito ligadas à igreja, como até em partidos políticos que dizem reger-se por valores católicos. É uma total incoerência a esse nível", lamenta. 

O história do padrasto de Pedro Lamares... que é neto de um padre

Nesta conferência, o entrevistado partilhou ainda uma curiosidade sobre o assunto. Pedro contou que o "seu padrasto é neto de um padre". No entanto, e ao contrário do que se poderia pensar, o artista não falou com ele sobre esta sua personagem. Ainda assim, guarda histórias que lhe foram confiadas.

"É daqueles assuntos que foi sempre uma piada lá em casa. Já está mais que conversado. Há uma história muito engraçada em que foram falar com o avô dele, o bispo, colocando a hipótese de o mandar para uma terra remota para exercer sacerdócio, porque se sabia que tinha vários filhos. E ele respondeu que sim, que tinha vários filhos e que, ao contrário de muitos padres, fazia uma coisa muito cristã: comia com eles à mesa"

Leia Também: "Os padres continuam com o mesmo problema: É pecado apaixonarem-se"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório