Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2020
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

"É uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai"

Filomena Cautela desabafou sobre a "loucura" que foram os seus últimos meses.

"É uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai"

uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai. Ontem foi o culminar dos meus últimos 4 anos", começou por dizer Filomena Cautela num longo desabafo nas redes sociais, publicado esta quarta-feira, dia 8.

A apresentadora da RTP decidiu confidenciar aos fãs as emoções que os últimos meses da sua vida profissional lhe causaram, agora que 'encerra' uma fase de grandes desafios. 

"Anos duros, demasiadamente loucos para se descrever aqui, mas do que importa, desde Janeiro deste ano que não parei um único dia. Do '5' para a meia noite, à tournée do Limbo, ao Festival da Canção, à edição caseira talvez uma das maiores loucuras, eventos mil, dobragens e campanhas insanas, à verdadeira maratona do Milionário, o 'I love Portugal' foi o sprint final de uma corrida sem pausas. Talvez por isso nunca tenha feito tanta patetice e cometido tantas imprecisões como fiz neste programa", contou. 

Além do cansaço e da exigência dos projetos, Filomena Cautela não deixou de frisar que o estado do país acrescentou ainda mais responsabilidade e pressão ao seu trabalho. Por fim, agradeceu ao público que, mesmo à distância, aplaudiu e acarinhou todas as suas conquistas. 

"Esta #€&! de pandemia ensinou me que é preciso parar para fazer as coisas. As nossas coisas. Apesar de parecer, a vida não para e o mundo nunca precisou tanto dos que sabem sentir. E sei que somos muitos. Que saibam os que passam por aqui que leio os vossos comentários e o quão revigorante é perceber que os que fazem questão de deixar sempre uma nota, têm o coração e a cabeça no sítio certo. É a nossa vez de nos organizarmos e com calma pintar o mundo. Obrigada por estarem desse lado. O I Love Portugal estreia em breve", rematou.

Ver esta publicação no Instagram

É uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai. Ontem foi o culminar dos meus últimos 4 anos. Anos duros, demasiadamente loucos para se descrever aqui, mas do que importa, desde Janeiro deste ano que não parei um único dia. Do 5 para a meia noite, à tournée do Limbo, ao Festival da Canção, à edição caseira talvez uma das maiores loucuras, eventos mil, dobragens e campanhas insanas, à verdadeira maratona do Milionário, o I love Portugal foi o sprint final de uma corrida sem pausas. Talvez por isso nunca tenha feito tanta patetice e cometido tantas imprecisões como fiz neste programa. Valha me uma equipa da @shineiberia que nunca relaxa e com profissionais tão extraordinários que mesmo na exaustão e no caos nos deixam de sorriso verdadeiro. E valha nos sempre um all mighty @vascopalmeirim Esta #€&! de pandemia ensinou me que é preciso parar para fazer as coisas. As nossas coisas. Apesar de parecer, a vida não pára e o Mundo nunca precisou tanto dos que sabem sentir. E sei que somos muitos. Que saibam os que passam por aqui que leio os vossos comentários e o quão revigorante é perceber que os que fazem questão de deixar sempre uma nota, têm o coração e a cabeça no sítio certo. É a nossa vez de nos organizarmos e com calma pintar o Mundo. Obrigada por estarem desse lado. O I Love Portugal estreia em breve.

Uma publicação partilhada por Filomena Cautela (@filomenacautela) a 8 de Jul, 2020 às 5:38 PDT

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório