Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Frasquilho insiste na redução do IRS e IRC já em Janeiro

O deputado social-democrata Miguel Frasquilho considera que era importante descer o IRS e o IRC já em Janeiro de 2014. Na TVI24, Frasquilho disse que o défice de 2014 devia ser 5% precisamente "para permitir uma ligeira baixa" dos dois impostos.

Frasquilho insiste na redução do IRS e IRC já em Janeiro
Notícias ao Minuto

11:30 - 25/06/13 por Notícias Ao Minuto 

Economia PSD

Para Miguel Frasquilho, a meta do défice para o próximo ano devia fixar-se nos 5% para permitir um alívio nos impostos, e isto, apesar de considerar que é preciso continuar com a austeridade.

“Eu acho que o défice devia ser 5% para permitir uma ligeira baixa do IRC e do IRS”, defendeu ontem na TVI24 o

deputado social-democrata, que se manifestou esperançoso de que a troika seja compreensiva em relação a esta hipótese.

"Se esta baixa de impostos não acontecer já na oitava avaliação espero que aconteça na nova avaliação, porque é importante que esteja contemplada no Orçamento do Estado para 2014", sustentou Frasquilho, que faz parte da comissão que estuda a reforma do IRC.

O deputado social-democrata adiantou também que haverá novidades sobre o dossier já na próxima semana, voltando a defender uma taxa máxima de 15% sobre as empresas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório