Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 28º

"Governo vai continuar trajetória de consolidação do défice orçamental"

Mário Centeno, novo Ministro das Finanças, foi um dos convidados do Fórum Empresarial do Algarve.

"Governo vai continuar trajetória de consolidação do défice orçamental"
Notícias ao Minuto

22:50 - 28/11/15 por Notícias Ao Minuto

Economia Mário Centeno

Foi no Fórum Empresarial do Algarve que Mário Centeno discursou enquanto novo ministro das Finanças, dirigindo-se ao público com palavras que diz serem de “tranquilidade e confiança”.

O ‘braço direito’ de Costa lembrou que “as escolhas são feitas por todos e a Governação deve ser feita por todos”. Nesse sentido, o novo Executivo “inicia agora um tempo novo, de mobilizar Portugal para mais crescimento, melhor emprego e melhor equidade”

“Sabemos hoje que não recuperamos competitividade por via do empobrecimento coletivo, da precarização do trabalho ou do sacrifício da qualidade e proximidade dos serviços públicos”, disse Mário Centeno, com a objetiva claramente apontada para a Governação de austeridade de Passos Coelho.

Partindo dessa premissa, Mário Centeno concluiu que “a austeridade não gera crescimento nem a desvalorização interna gera prosperidade, antes debilitam a economia e a sociedade”.

O novo ministro frisou ainda que o novo Governo "honrará todos os seus compromissos internacionais, em particular no quadro da União Europeia (UE)", considerando que o país necessita de iniciar um "período de convergência" com a UE.

Para sintetizar a direção do seu discurso, o Ministro das Finanças rematou-o com uma garantia: “este Governo vai continuar uma trajetória de consolidação do défice orçamental”.

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório