Meteorologia

  • 03 MARçO 2021
Tempo
20º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Bolsas europeias em baixa à espera de novos indicadores

As principais bolsas europeias negociavam hoje em baixa, à espera de novos indicadores económicos.

Bolsas europeias em baixa à espera de novos indicadores
Notícias ao Minuto

09:15 - 13/10/15 por Lusa

Economia Eurostoxx 50

Cerca das 09h05 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava a cair 1,12% para 3.211,05 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt estavam em baixa, a descerem 0,69%, 1,5% e 1,16%, respetivamente, bem como as de Madrid e de Milão, que estavam a recuar 1,22% e 1,16%.

Depois de ter aberto em baixa, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:05, o principal índice, o PSI20, estava a desvalorizar-se 1,62% para 5.263,74 pontos.

Em Nova Iorque, os mercados de Wall Street terminaram em alta na segunda-feira, com o Dow Jones a subir 0,28% para 17.131,86 pontos, depois de ter subido a 19 de maio passado até aos 18.312,39 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado.

Ao nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1377 dólares, contra 1,1360 dólares na segunda-feira.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou na segunda-feira o câmbio de referência da divisa europeia em 1,1373 dólares.

O Centro para a Investigação Económica Europeia alemão (ZEW) publica o índice de confiança dos investidores na Alemanha e em Espanha o Tesouro espera captar entre 3.500 e 4.500 milhões de euros com emissões de dívida a seis e 12 meses, as primeiras depois da agência de 'rating' Standard and Poor's ter subido a notação da dívida soberana espanhola.

Entretanto, o plenário do Senado debate e vota as emendas parciais ao projeto de lei do Orçamento de Estado para 201, depois da Comissão Europeia (CE) ter instado na segunda-feira Madrid a tomar medidas para executar o Orçamento de Estado para este ano e modificar "quanto antes" o previsto para o próximo.

A CE considera que as contas são "otimistas" e defende que podem levar o país a não cumprir os objetivos de redução do défice.

O barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu hoje em alta, a cotar-se a 50,14 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,50% do que no encerramento da sessão anterior.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório