Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Sintra inaugura conduta que vai reduzir em 10% perdas de água

A Câmara de Sintra inaugura, na terça-feira, o último troço da nova conduta principal de abastecimento de água ao concelho, que permitirá "reduzir em 10% as perdas de água" da rede, anunciou hoje a autarquia.

Sintra inaugura conduta que vai reduzir em 10% perdas de água

"Esta é uma conduta que é uma coluna vertebral do concelho em termos de abastecimento de água", salientou, em declarações à agência Lusa, o presidente da autarquia, Basílio Horta (PS).

A construção da nova conduta adutora de diâmetro 1200/1000 milímetros, entre os reservatórios do Alto de Carenque e das Mercês, representa "um investimento de 9,863 milhões de euros", acrescentou a Câmara.

A inauguração da nova conduta do sistema adutor principal terá lugar de manhã, na caixa de abastecimento de água localizada na Quinta do Wimmer, em Belas.

"Os SMAS [Serviços Municipalizados de Água e Saneamento] só este ano investem seis milhões de euros e depois, até 2017, vão ser investidos 18 milhões de euros no concelho. É um investimento nunca visto", apontou Basílio Horta.

A conclusão da nova conduta vai melhorar o abastecimento de água a Sintra, "permitindo acabar com as sucessivas e muitas vezes difíceis intervenções na conduta existente de diâmetro de 1.000 milímetros [mm]", esclareceu a autarquia.

A nova conduta adutora, com uma extensão de cerca de 9,5 quilómetros, atravessa o município de Sintra até ao território do concelho da Amadora e está a ser construída desde 2010.

O início da construção da segunda fase entre Meleças e as Mercês foi adjudicado pelos SMAS de Sintra, em outubro de 2011, por 2,155 milhões de euros, e a empreitada entre Carenque e a Carregueira em junho de 2013, por 3,594 milhões.

A antiga conduta em betão de diâmetro 1.000 mm, com cerca de 30 anos, apresentava "inúmeras e constantes fugas de água ao longo do traçado", explicaram os SMAS.

A primeira fase da obra consistiu num troço intermédio entre a ribeira da Carregueira e a linha ferroviária do Oeste, numa extensão de 3.865 metros.

A segunda fase agora concluída foi dividida nos troços entre Meleças e o reservatório das Mercês (1.640 metros) e entre o reservatório do Alto de Carenque e a ribeira da Carregueira (4.100).

O investimento total ascendeu a 9,863 milhões de euros, dos quais 7,063 milhões foram comparticipados pelo Programa Operacional Temático Valorização do Território, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório