Meteorologia

  • 06 MAIO 2021
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Há quem não concorde com o acordo grego dentro do Syriza

Manolis Glezos é uma das mais respeitáveis figuras dentro do Syriza. Porém, o ícone da resistência anti-nazi é bastante crítico relativamente ao acordo conseguido por Varoufakis na Europa.

Há quem não concorde com o acordo grego dentro do Syriza
Notícias ao Minuto

17:01 - 22/02/15 por Notícias Ao Minuto 

Economia Manolis Glezos

A Grécia conseguiu na passada sexta-feira pôr fim a várias semanas de incerteza sobre qual o seu futuro. Conseguindo um acordo de extensão da assistência financeira ao país, ainda que apenas por quatro meses, Varoufakis ganhou algum tempo para voltar, mais tarde, à mesa de negociações.

Porém, dentro do próprio partido do ministro das Finanças grego há quem discorde da opção tomada. Manolis Glezos, ícone da resistência anti-nazi e do Syriza diz que o povo grego participou numa “ilusão”, dado que o novo governo helénico prometeu algumas coisas ao povo do seu país que está já a abandonar.

"Peço desculpa ao povo grego porque participou na ilusão", diz Glezos, de 92 anos, citado pelo Expresso, reagindo ao acordo assinado por Yanis Varoufakis, em Bruxelas, com o Eurogrupo na sexta-feira passada. "Antes que seja tarde, vamos reagir", apelando aos militantes do Syriza para "em reuniões extraordinárias decidirem se aceitam a presente situação".

"A mudança do nome da 'troika' para 'instituições', do 'memorando' por 'acordo' e dos 'credores' por 'parceiros' não altera nada a realidade anterior", assinalou Glezos.

A opinião foi partilhada num artigo publicado este domingo no blogue kinisienergoipolites.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório