Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 29º

Brasil. Petrobras e TotalEnergies lançam extensão de campos petrolíferos

Os gigantes petrolíferos Petrobras e Total decidiram lançar a extensão de dois campos petrolíferos no Brasil, informou através de um comunicado esta segunda-feira o grupo francês, que está a "crescer fortemente" na maior economia da América Latina.

Brasil. Petrobras e TotalEnergies lançam extensão de campos petrolíferos
Notícias ao Minuto

10:00 - 27/05/24 por Lusa

Economia Brasil

"A TotalEnergies, juntamente com o operador Petrobras e os seus parceiros" tomaram "a Decisão Final de Investimento (FID) para as segundas fases dos desenvolvimentos" de dois campos, Atapu e Sépia, ao largo de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os dois campos são operados pela TotalEnergies e pela Petrobras desde 2020 e 2021, respetivamente, com capacidades de produção de 150.000 e 180.000 barris por dia.

A capacidade de produção será de 225.000 barris por dia por campo para a segunda fase do desenvolvimento, prevista para entrar em funcionamento "a partir de 2029".

"A decisão de lançar os Sépia-2 e Atapu-2 marca uma nova etapa do nosso forte crescimento no Brasil", declarou Nicolas Terras, diretor de Exploração e Produção do grupo francês.

"O Brasil representará em breve mais de 200.000 boe/d de produção líquida" e "no seu patamar, Sépia-2 e Atapu-2 (...) contribuirão para manter a produção da TotalEnergies neste país-chave acima dos 200.000" barris por dia, acrescentou, citado no comunicado de imprensa.

A TotalEnergies detém 15% e 16,9%, respetivamente, nos campos de Atapu e Sepia, ambos operados pela Petrobras (que detém 65,7% e 55,3%).

A Shell detém 16,7% do Atapu, enquanto a Petronas e a QatarEnergy detêm, cada uma, 12,7% da Sepia.

Na sexta-feira, o CEO da TotalEnergies reiterou aos acionistas que era "necessário" colocar em funcionamento "novos campos de petróleo".

Em maio de 2021, a Agência Internacional da Energia advertiu que "não são necessários novos projetos de campos de petróleo e gás para além dos já aprovados para desenvolvimento".

Na semana passada, a TotalEnergies anunciou o lançamento de um novo projeto petrolífero ao largo da costa de Angola, que deverá iniciar a produção em 2028, com o objetivo de atingir "um patamar de 70.000 barris de petróleo por dia".

Leia Também: Petrobras perde 6.083 milhões em valor de mercado num único dia

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório