Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 22º

Prazo médio de pagamento a fornecedores do Estado cai para 42 dias em 2023

O prazo médio de pagamento a fornecedores (PMP) do Estado caiu para 42 dias em 2023, menos seis dias face aos 48 registados no final do ano anterior, de acordo com a Conta Geral do Estado (CGE) hoje divulgada.

Prazo médio de pagamento a fornecedores do Estado cai para 42 dias em 2023
Notícias ao Minuto

16:47 - 16/05/24 por Lusa

Economia Conta Geral do Estado

"Em 2023, o prazo médio de pagamento a fornecedores (PMP) para a totalidade das entidades públicas foi de 42 dias, o que resulta numa melhoria de seis dias quando comparado com o final do ano anterior", refere a Conta Geral do Estado de 2023, publicada hoje pela Direção Geral do Orçamento (DGO) e entregue na quarta-feira no parlamento e ao Tribunal de Contas.

O documento indica que a Administração Central apresentou uma diminuição do prazo médio de pagamento a fornecedores de 28 para 24 dias, mantendo-se inferior a 30 dias desde 2013.

Já as unidades de saúde e as entidades do setor empresarial do Estado registaram um prazo médio de pagamento a fornecedores de 96 dias e 71 dias, respetivamente, uma diminuição de 12 e 30 dias, respetivamente, face ao ano anterior.

Em sentido inverso, a Administração Regional registou um aumento de 22 dias do prazo médio de pagamento a fornecedores.

Segundo a CGE, os resultados obtidos no final de 2023 para a Administração Central demonstram que os objetivos foram superados em 77,8% dos casos, tendo 52 entidades apresentado um prazo médio igual ou superior a 60 dias.

Em 2023, os pagamentos em atraso das entidades públicas situaram-se em 453 milhões de euros, registando-se um aumento de 225 milhões de euros face a 2022.

A CGE detalha que "este aumento foi transversal a todos os subsetores, nomeadamente na área da saúde (122 milhões de euros), na Administração Regional (64 milhões de euros) e na Administração Central, excluindo o subsetor da saúde (29 milhões de euros)".

Leia Também: Valor das dívidas fiscais prescritas cai 55% em 2023 para 19,6 milhões

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório