Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 25º

EDP convoca reunião com trabalhadores depois de greve da semana passada

A EDP convocou uma reunião com os trabalhadores, para a próxima quarta-feira, depois da greve da semana passada, adiantou a Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Elétricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas (Fiequimetal).

EDP convoca reunião com trabalhadores depois de greve da semana passada
Notícias ao Minuto

15:49 - 11/03/24 por Lusa

Economia EDP

Num comunicado, a estrutura disse que "a grande adesão dos trabalhadores das empresas do grupo EDP à paralisação total, no dia 08 [sexta-feira], parece ter surtido efeito, pois a administração, que acabou a última reunião sem marcar nova data, veio já convocar os sindicatos para dia 13, quarta-feira". 

A Fiquimetal acrescentou que "o que se espera agora, da administração da EDP, é sentido de responsabilidade para evitar a agudização deste conflito".

Para a estrutura sindical, "se a administração ainda tinha dúvidas sobre a determinação dos trabalhadores em prosseguirem o caminho da luta pelas suas justas reivindicações, a greve da passada sexta-feira, 08 de março, deixou claro qual a posição dos trabalhadores e qual a resposta".

"A administração não deixou outra alternativa aos trabalhadores que não fosse o recurso à greve", prosseguiu a Fiquimetal, destacando que "federação e sindicatos reafirmam que continuarão disponíveis para, na ausência de respostas concretas da administração e no quadro da unidade na ação, continuar a demonstrar que os trabalhadores têm mais que razões para lutarem pela valorização das suas carreiras".

Os trabalhadores da EDP cumpriram na sexta-feira um dia de greve, em protesto pela forma como tem decorrido o processo de negociações com a empresa, com o Sindicato Nacional da Indústria e Energia (Sindel) a apontar uma adesão na ordem dos 80%.

Em declarações à Lusa, Hugo Soares, dirigente do sindicato, recordou que os sindicatos têm um pré-aviso de greve em curso, desde 29 de fevereiro e que termina no final deste mês, tendo resolvido efetivar a paralisação na sexta-feira.

Hugo Soares disse que o Sindel e outros sindicatos estão "à mesa negocial desde outubro e que a EDP tem estado a barrar" os avanços, "arranjando 1001 desculpas" e "propostas que são completamente divisórias para ultrapassar as reivindicações destes trabalhadores".

Segundo o dirigente sindical, "entraram trabalhadores no ano passado" que já ultrapassaram o nível da base remuneratória" dos mais antigos, visto que a EDP "tem tido dificuldades no recrutamento".

"Já podia ter sido criada uma forma de subida de carreira mais rápida mesmo para avaliação do desempenho", referiu, destacando que estes trabalhadores precisam de ser "altamente qualificados".

Na última reunião entre a EDP e os sindicatos, que decorreu em 29 de fevereiro, as partes não chegaram a consenso.

"Estamos à espera de que nos chamem novamente à mesa negocial e como não marcaram uma reunião, daí a pressão que os trabalhadores estão a fazer, que é para mostrar que esse a empresa precisa mesmo" destes profissionais, disse, nesse dia.

Também a Fiequimetal tem estado em protesto contra a EDP, tendo sido uma das entidades que lançou o pré-aviso de greve.

Segundo disse à Lusa Joaquim Gervásio, da Fiequimetal, na semana passada, a EDP "abandonou a mesa das negociações" e "ainda por cima, publicou no dia seguinte uma proposta que não tinha sido apresentada à mesa".

Segundo o mesmo sindicalista, a proposta foi alterada, mas ainda não para os valores que pretendem, tendo passado para 60 euros mínimos, com uma atualização de 3,5%.

Leia Também: Trabalhadores da EDP em greve hoje e sindicato aponta adesão de 80%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório