Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Procura emprego? Três coisas que não deve mesmo fazer num currículo

Fique a par destas dicas.

Procura emprego? Três coisas que não deve mesmo fazer num currículo
Notícias ao Minuto

10:53 - 05/03/24 por Notícias ao Minuto

Economia Emprego

Se está à procura de emprego deve saber que o currículo é um documento muito importante no processo e nele deve mostrar as suas competências corretamente. Além de enquadrar o currículo com a função à qual se está a candidatar, há outros aspetos a ter em conta. 

De acordo com a Adecco Portugal, há três coisas que não deve fazer num currículo: 

  1. Não abuse das palavras. "Verifique se o seu currículo é demasiado extenso. Se achar que uma secção é curta, pode ser tentador floreá-lo com novas palavras, mas 'devido ao facto de' não é tão bom como 'porque'. Evite também utilizar jargão comercial ou clichés como 'sinergia' ou 'fora da caixa';
  2. Não exagere nem minta sobre as suas competências. "Nunca ceda à tentação de inflacionar um título de emprego, adicionar uma certificação ou competências que não possui, ou embelezar uma função que não durou tanto tempo como diz ter durado. Não vale a pena correr o risco de fazer afirmações falsas ou de falsear a verdade. A maioria das empresas efetua verificações de antecedentes e pede referências. As falsidades prejudicarão gravemente a sua fiabilidade e provavelmente custar-lhe-ão o emprego";
  3. Não se esqueça de fazer a revisão. "Antes de enviar o seu CV, verifique-o cuidadosamente para detetar erros ortográficos, gramaticais e de formatação. Depois, peça a alguém que compreenda os seus objetivos de procura de emprego para o rever. Verifique você mesmo uma cópia impressa: por vezes é mais fácil detetar erros no papel do que no ecrã do computador".

Leia Também: Preços na produção industrial recuam 8,6% na zona euro em janeiro

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório