Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 27º

Brasil regista maior arrecadação de impostos do mês de janeiro desde 1995

O Governo brasileiro anunciou hoje uma arrecadação de impostos federais de 280,6 mil milhões de reais (52,4 mil milhões de euros) em janeiro, a maior para o mês desde o início da série histórica, em 1995.

Brasil regista maior arrecadação de impostos do mês de janeiro desde 1995
Notícias ao Minuto

18:38 - 22/02/24 por Lusa

Economia Brasil

Segundo o relatório da Receita Federal brasileira, a arrecadação subiu 6,6% face ao mesmo mês do ano anterior, descontada da inflação registada no período.

O órgão apontou que o resultado recorde se deve ao comportamento dos principais indicadores macroeconómicos que afetam a arrecadação de impostos no país sul-americano, incluindo o aumento do pagamento de impostos, ganhos com aumento das contribuições dos brasileiros para o sistema de pensões de reforma e também receitas atípicas.

A subida da arrecadação de impostos também foi motivada por alterações na legislação tributária brasileira, que geraram um aumento das cobranças de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL), que incide sobre o lucro das empresas, e também receitas atípicas.

Em janeiro, as receitas administradas pelo Fisco brasileiro somaram 262,9 mil milhões de reais (49,1 mil milhões de euros), o que indica uma subida de 7,07% face a janeiro de 2023. Já os ganhos administrados por outros órgãos totalizaram 17,7 mil milhões de reais (3,3 mil milhões de euros), mais 1,08% face ao mesmo mês do ano passado.

Leia Também: Brasil. Hyundai vai investir mil milhões em tecnologia e hidrogénio verde

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório