Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

N.º de empresas criadas em Portugal aumenta 24,1% em 2022 para 232.173

As empresas ativas em Portugal ascendiam 1.453.728 em 2022, das quais 232.173 foram criadas nesse ano, refletindo um crescimento de 24,1% face ao ano anterior, indicou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

N.º de empresas criadas em Portugal aumenta 24,1% em 2022 para 232.173
Notícias ao Minuto

12:32 - 31/01/24 por Lusa

Economia INE

"Em 2022, das 1.453.728 empresas ativas em Portugal, 232.173 nasceram nesse ano, refletindo um crescimento de 24,1% face ao ano anterior (+21,2% em 2021), ultrapassando o nível pré-pandemia" de covid-19, refere o estudo "Empresas em Portugal -- Demografia das Empresas 2022" elaborado pelo INE.

No mesmo ano, estima-se que o número de "mortes" tenha atingido 150.661 empresas (+5,2%), em termos homólogos, sendo que se verificou um crescimento inferior ao do nascimento de novas de empresas.

Além disso, a proporção das empresas que sobreviveram um ano após o seu nascimento situou-se em 75,5% (menos 0,2 pontos percentuais p.p. face a 2021), enquanto as que sobreviveram três anos após a sua criação corresponderam a 48,5% (-0,6 p.p. em relação ao ano anterior).

O instituto de estatística refere ainda que em 2022, as novas empresas empregaram 265.507 pessoas e geraram 4.588 milhões de euros de volume de negócios, refletindo, respetivamente, um crescimento de 21,7% e 45,9%, face ao ano precedente.

Em termos líquidos - diferença entre os nascimentos e mortes - há a assinalar um saldo positivo quer no número de empresas, no pessoal ao serviço, bem como no volume de negócios.

O INE realça também que, das 488.807 sociedades não financeiras em atividade em 2022, 42.577 tinham iniciado nesse ano, isto é, mais 9,5% em relação ao verificado no ano anterior, correspondendo a uma taxa de natalidade de 8,7% (+0,4 p.p. face a 2021). Estima-se que o número de mortes de sociedades não financeiras tenha sido 19.970 em 2022, menos 19,4% face ao observado em 2021, o que correspondeu a uma taxa de mortalidade de 4,1% (-1,2 p.p. na comparação com ano anterior).

A análise permitiu ainda saber que existiam 5.635 sociedades de elevado crescimento em 2022, mais 5,3% que no ano anterior, representando 10,7% do total das sociedades não financeiras com 10 ou mais pessoas remuneradas, 16,2% do pessoal ao serviço, 12,6% do volume de negócios e 14,4% do valor acrescentado bruto (VAB).

Já o número de sociedades não financeiras jovens de elevado crescimento, designadas "gazelas", aumentou 10,8% em 2022, contrariando a tendência observada nos últimos anos (-3,8% em 2021 e -13,6% em 2020), totalizando 614 sociedades.

O conjunto das "gazelas" foi responsável por um VAB de 1.132 milhões de euros, mais 292 milhões de euros, correspondendo a 1,2% do total das sociedades não financeiras com 10 ou mais pessoas remuneradas (+0,1 p.p. face ao ano anterior).

Leia Também: Bloqueios em França. Empresas portuguesas com "prejuízos" elevados

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório